Lutando Contra Limitações de Cobertura de Plano de Saúde Lutando Contra Limitações de Cobertura de Plano de Saúde

Lutando Contra Limitações de Cobertura de Plano de Saúde

Por Galvão & Silva Advocacia

0 Comentários

8 min de leitura

limitacoes-de-cobertura-do-plano-de-saude

A luta contra as limitações de cobertura do plano de saúde é um desafio comum enfrentado por muitos segurados. Nesse sentido, quando uma seguradora nega cobertura para tratamentos ou procedimentos necessários, os beneficiários têm o direito de contestar essa decisão. 

Para isso, é importante que esses indivíduos conheçam seus direitos e os mecanismos disponíveis para refutar decisões das seguradoras, garantindo assim o acesso aos tratamentos e serviços de saúde de que necessitam. A luta contra limitações de cobertura do plano de saúde é, portanto, uma questão de estar informado, preparado e disposto a defender ativamente o acesso à saúde conforme previsto em seu plano e pela legislação.

Neste artigo, exploraremos os meios mais eficientes de luta contra limitações de cobertura do plano de saúde, fornecendo informações valiosas para garantir seus direitos. Siga a leitura e saiba mais sobre o tema!

O que o plano de saúde é obrigado a cobrir?

No Brasil, os planos de saúde são regulamentados pela Agência Nacional de Saúde Suplementar (ANS) e devem seguir um rol de procedimentos e eventos em saúde, que define o que é obrigatório ser coberto. Este rol é revisado periodicamente para incluir novos tratamentos e tecnologias. As coberturas obrigatórias incluem:

Ligue e agende a sua consultoria com o Advogado Especialista.
  • Consultas médicas em diversas especialidades reconhecidas;
  • Exames diagnósticos, laboratoriais e de imagem;
  • Internações hospitalares sem limites de prazo, valor ou quantidade, incluindo as despesas relativas a honorários médicos, serviços gerais de enfermagem e alimentação;
  • Cirurgias, inclusive as realizadas em regime de hospital-dia;
  • Tratamentos para diversas doenças, como tratamentos oncológicos (quimioterapia e radioterapia) e hemodiálise;
  • Atendimento de urgência e emergência, a partir de 24 horas após a contratação do plano;
  • Procedimentos de planejamento familiar relacionados à contracepção, como laqueadura tubária e vasectomia;
  • Terapias como fisioterapia, psicoterapia, fonoaudiologia, entre outras;
  • Parto e assistência ao recém-nascido durante os primeiros 30 dias de vida;
  • Doenças listadas na Classificação Internacional de Doenças (CID).

É importante notar que existem diferentes tipos de planos de saúde no Brasil, como planos ambulatoriais, hospitalares, e referência, cada um com suas especificidades de cobertura. Além disso, embora o convênio seja amplo, podem existir algumas limitações de cobertura do plano de saúde, dependendo do contrato. Portanto, é essencial que os beneficiários leiam atentamente seus contratos e se informem sobre seus direitos.

Como posso contestar as limitações de cobertura do plano de saúde?

Para contestar as limitações de cobertura do plano de saúde, você deve seguir alguns passos importantes:

  1. Primeiro, é fundamental entender o motivo pelo qual o plano de saúde limitou ou negou a cobertura, o que geralmente está na carta ou comunicação de negativa. Destaca-se que as razões comuns incluem alegações de que o tratamento não é necessário, não está incluído no plano ou é considerado experimental;
  1. Consulte o contrato do seu plano de saúde, lendo atentamente as cláusulas, especialmente aquelas relacionadas às coberturas e exclusões. Isso te ajudará a entender se a negativa está em conformidade com o contrato;
  1. Obtenha toda a documentação médica relevante que suporte a necessidade do tratamento negado, incluindo laudos médicos, resultados de exames e até mesmo estudos ou artigos que comprovem a eficácia do tratamento;
  1. Redija uma carta formal de apelação para o plano de saúde, explicando por que você acredita que a cobertura deve ser concedida. Inclua também referências ao seu contrato de plano de saúde e à documentação médica que coletou;
Precisando de um Advogado Especialista em sua causa?Somos o escritório certo para te atender.
  1. Consulte um advogado especializado em Plano de Saúde para redigir a carta de apelação e fortalecer seu caso;
  1. Envie a carta de apelação e toda a documentação de suporte ao plano de saúde. É importante fazer isso por um meio que permita rastreamento e confirmação de recebimento;
  1. Se a apelação for negada, você pode registrar uma queixa na Agência Nacional de Saúde Suplementar (ANS). Isso porque a ANS regula os planos de saúde e pode intervir em casos de negativas de cobertura injustas;
  1. Como último recurso, você pode considerar uma ação judicial. Especialmente em casos onde há risco à saúde ou urgência, o judiciário pode ser acionado para garantir a cobertura;
  1. Se houver risco à sua saúde devido à negativa de cobertura, seu advogado pode solicitar também uma liminar para garantir o tratamento enquanto o processo está em andamento.

Lembre-se, cada caso é único, e as estratégias podem variar dependendo dos detalhes específicos do seu convênio e da situação médica envolvendo as limitações de cobertura do plano de saúde.

Posso recorrer a órgãos reguladores se meu plano de saúde limitar minha cobertura?

Sim, você pode recorrer a órgãos reguladores se ocorrerem limitações de cobertura do plano de saúde de maneira injusta ou contrária às normas estabelecidas pela legislação brasileira e pela Agência Nacional de Saúde Suplementar (ANS). Aqui estão os passos que você pode seguir:

Clique no botão e fale agora com o advogado especialista
  1. Primeiro, é recomendado entrar em contato com a operadora do plano de saúde para entender as razões da limitação de cobertura e tentar uma solução direta;
  1. Se a resposta da operadora não for satisfatória, ou se as limitações de cobertura do plano de saúde forem claramente contra as regras da ANS, você pode registrar uma reclamação diretamente na ANS. A agência possui canais de atendimento ao consumidor, incluindo um portal de reclamações online e um número de telefone;
  1. Você também pode buscar auxílio nos órgãos de defesa do consumidor, como o Procon, uma vez que eles podem oferecer orientação e intervir em casos de violação dos direitos do consumidor;
  1. Em situações mais complexas, pode ser necessário buscar assistência jurídica. Logo, um advogado especializado em Direito do Consumidor ou Direito à Saúde pode ajudar a avaliar o seu caso e a definir a melhor estratégia de ação;
  1. Em alguns casos, pode ser necessário recorrer ao judiciário para garantir seus direitos, especialmente se houver urgência ou risco à saúde.

Ao recorrer a esses órgãos, é importante ter em mãos toda a documentação relativa ao seu caso, incluindo contratos, correspondências com a operadora do plano de saúde, registros de atendimentos médicos e qualquer outro documento que possa sustentar a sua reivindicação. Desta forma, você poderá fundamentar melhor sua queixa e aumentar as chances de uma resolução favorável.

Como a legislação protege contra limitações injustas de cobertura do plano de saúde?

A legislação brasileira oferece proteções significativas contra limitações de cobertura do plano de saúde, assegurando os direitos dos consumidores e estabelecendo diretrizes claras para as operadoras. Essa proteção é ancorada, principalmente, na Lei nº 9.656/98, que regulamenta os planos e seguros privados de assistência à saúde. Além disso, as normativas da Agência Nacional de Saúde Suplementar (ANS), o órgão regulador do setor, desempenham um papel fundamental.

Um dos principais instrumentos de proteção é o Rol de Procedimentos e Eventos em Saúde da ANS, que define uma lista mínima de procedimentos obrigatórios a serem cobertos por todos os planos. Esta lista, que é regularmente atualizada, inclui uma variedade de consultas, exames, tratamentos e cirurgias.

Ligue e agende a sua consultoria com o Advogado Especialista.

Complementando essas medidas, as Resoluções Normativas da ANS detalham os direitos e deveres tanto das operadoras quanto dos consumidores, abordando temas como prazos para atendimentos, regras para reajustes de mensalidades e condições para rescisão de contratos.

No mais, o Código de Defesa do Consumidor (Lei nº 8.078/90) também é aplicável aos planos de saúde, fornecendo uma camada adicional de proteção contra práticas abusivas e assegurando direitos como acesso à informação, proteção da vida e saúde, e acesso à justiça. Isso demonstra a importância de os consumidores estarem informados sobre seus direitos, sabendo onde buscar auxílio se estes forem violados.

Como fazer uma reclamação junto à ANS?

Para fazer uma reclamação junto à Agência Nacional de Saúde Suplementar (ANS) contra limitações de cobertura do plano de saúde, siga estes passos:

  1. Reúna Informações e Documentos: como número do contrato, nome da operadora e detalhes específicos da questão que deseja reclamar, bem como tenha também em mãos seus documentos pessoais, como CPF e RG;
  1. Registre a Reclamação:
    1. Portal da ANS na internet, no qual você encontrará uma seção dedicada para registrar reclamações;
    2. Disque ANS por telefone, através do número 0800 701 9656;
    3. Núcleos de Atendimento da ANS presencialmente.
Clique no botão e fale agora com o advogado especialista
  1. Descreva o Problema com Clareza: incluindo datas, nomes de pessoas com quem falou e quaisquer outras informações relevantes;
  1. Anexe Documentos Comprobatórios à Reclamação: como negativas de cobertura, correspondências com a operadora ou relatórios médicos;
  1. Número de Protocolo: guarde o número disponibilizado pela ANS, pois ele será útil para acompanhar o andamento da sua queixa;
  1. Acompanhamento da Reclamação: pelo site da ANS ou por meio do telefone do Disque ANS, utilizando o número de protocolo fornecido;
  1. Resposta da Operadora: a operadora de saúde será notificada sobre a reclamação e terá um prazo para dar uma resposta ou resolver a questão;
  1. Avaliação da Resposta: se não estiver satisfeito, você pode entrar em contato novamente com a ANS ou buscar outras vias, como os órgãos de defesa do consumidor ou até mesmo a justiça.

Lembrando que a ANS é um órgão regulador que atua na mediação de conflitos entre consumidores e operadoras, buscando garantir que as normas do setor sejam respeitadas e os direitos dos consumidores, assegurados, frente às limitações de cobertura do plano de saúde.

Precisando de um Advogado Especialista em sua causa?Somos o escritório certo para te atender.

Conclusão

Se, ao longo deste artigo, você perceber que está precisando de auxílio jurídico para contestar limitações de cobertura do plano de saúde, convidamos você a agendar uma consulta com a nossa equipe especializada do escritório de advocacia Galvão e Silva. Basta entrar em contato e agendar o seu horário com nossos advogados. Não hesite!

5/5 - (1 vote)

Atualizado em 9 de janeiro de 2024

Deixe um comentário ou Sugestão:

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Escritório bem avaliado

Temos uma reputação global por fornecer serviços jurídicos excepcionais.

Posts relacionados

Erro Médico em Cirurgia Plástica: Quais os...

Por Galvão & Silva Advocacia

25 jan 2024 ∙ 8 min de leitura

Negativa do Plano de Saúde para Cirurgia...

Por Galvão & Silva Advocacia

23 jan 2024 ∙ 8 min de leitura

Sofrimento Fetal por Retardamento do Parto:...

Por Galvão & Silva Advocacia

19 jan 2024 ∙ 8 min de leitura

Posts recomendados

Advogado especialista em dívidas bancárias

Por Galvão & Silva Advocacia

28 dez 2020 ∙ 8 min de leitura

Homologação de sentença estrangeira

Por Galvão & Silva Advocacia

15 jun 2014 ∙ 41 min de leitura

Direito Administrativo

Por Galvão & Silva Advocacia

29 abr 2014 ∙ 21 min de leitura

Onde nos encontrar

Goiânia - GO

Av. Portugal, n°1148, Sala C 2501 - Edifício Órion Business & Health Complex, Setor Marista, Goiânia - GO CEP: 74.150-030

São Paulo - SP

Avenida Paulista, 1636 - Sala 1504 - Cerqueira César, São Paulo - SP CEP: 01.310-200

Belo Horizonte - BH

Rua Rio Grande do Norte, 1435, Sala 708 - Savassi, Belo Horizonte - MG CEP: 30130-138

Águas Claras - DF

Rua das Pitangueiras 02 Águas Claras Norte, Lote 11/12, Edifício Easy, Mezanino, Brasília - DF CEP: 71950-770

Fortaleza - CE

Rua Monsenhor Bruno, nº 1153, Sala 1423 - Scopa Platinum Corporate, Aldeota, Fortaleza - CE CEP: 60115-191

Florianópolis - SC

Av. Pref. Osmar Cunha, 416, Sala 1108 - Ed. Koerich Empresarial Rio Branco, Centro, Florianópolis - SC CEP: 88015-200

Natal - RN

Avenida Miguel Alcides de Araújo, 1920, Lote A, Capim Macio, Natal - RN CEP: 59078-270

Salvador - BA

Avenida Tancredo Neves, 2539, Sala 2609 - CEO Salvador Shopping Torre Londres, Caminho das Árvores, Salvador - BA CEP: 41820-021

Teresina - PI

Rua Thomas Edson, 2203 - Horto, Teresina - PI CEP: 64052-770

Curitiba - PR

Rua Bom Jesus, Nº 212, Sala 1904 - Juvevê - Curitiba - PR CEP: 80.035-010

João Pessoa - PB

Avenida Dom Pedro I, no 719, sala 104, Tambiá - João Pessoa - PB CEP: 58020-514

©2024 Galvão & Silva - Todos os Direitos Reservados.

Entrar em contato pelo WhatsApp
✓ Válido

Olá, tudo bem? Clique aqui e agende uma consulta com o especialista.
Formulário de whatsapp
Ligar
Auarde um momento enquanto geramos o seu protocolo de atendimento.