Advogado Direito Digital em Brasília DF - Galvão & Silva Advocacia Advogado Direito Digital em Brasília DF - Galvão & Silva Advocacia
Início / Direito Digital

Direito Digital

Entenda os principais temas que você precisa saber sobre Direito Digital. Somos um escritório de advocacia com advogados especialistas em Brasília - DF.

Somos um escritório de advocacia especializado em Direito Digital

O mundo digital está cada dia mais presente na sociedade, com o avanço da tecnologia e o crescimento da internet, paralelo a isso, acabam surgindo também conflitos digitais. Surge uma necessidade de definir padrões de comportamentos em redes sociais, sites, blogs e assim, escritórios de advocacia especialistas na área se fazem cada vez mais necessários para lidar com esses problemas.

O que é Direito Digital?

É um conjunto de normas, aplicação e regulação das relações jurídicas feitas no âmbito digital. Ele cria padrões e regras para que as relações que acontecem no meio on-line ocorram de maneira respeitosa. Se com o uso da tecnologia as pessoas enviam e recebem informações, realizam negócios, emitem opiniões, tudo isso precisa de uma regra, uma diretriz. Uma de suas principais finalidades é impedir a prática de ações lesivas por meio da responsabilização do praticante pelos danos gerados. Como as relações criminais, cíveis, comerciais, tributarias, familiares e afins migraram para o ambiente digital, o Direito teve que acompanhar essas mudanças e se adaptar para praticar nesse novo cenário.

Neste sentido, o Direito Digital é ponto cada vez mais central no cotidiano brasileiro. É a área, afinal, que trata de questões como:

  • Proteção de Dados Pessoais: Com a quantidade crescente de informações pessoais armazenadas e compartilhadas online, a proteção de dados é uma questão crítica. O Direito Digital regulamenta como as empresas podem coletar, armazenar e usar informações pessoais para garantir que as pessoas tenham controle sobre suas informações pessoais e que elas sejam tratadas de maneira segura e confidencial.
  • Direitos Autorais: O Direito Digital também regulamenta questões relacionadas a direitos autorais e ao uso de conteúdo online, incluindo questões como direitos de reprodução, distribuição e adaptação de obras.
  • Privacidade na Internet: Também faz parte do escopo do Direito Digital pensar em questões relacionadas à privacidade na internet, incluindo o monitoramento de atividades online e o uso de cookies e outros rastreadores.
  • Segurança Cibernética: Com a crescente quantidade de informações sensíveis armazenadas e compartilhadas online, a segurança cibernética é uma preocupação crescente. O Direito Digital regulamenta questões relacionadas à segurança de dados e à proteção contra ataques cibernéticos.
  • Comércio Eletrônico: O Direito Digital também regulamenta questões relacionadas ao comércio eletrônico, incluindo questões de contratação, pagamento e entrega de bens e serviços online.

Agora que já entendemos o que é o Direito Digital, confeccionamos uma planilha com os principais tópicos de atuação de um Advogado – DF especialista em Direito Digital, com o objetivo de facilitar a leitura e o entendimento do leitor.

TópicoDescrição
Privacidade de dadosRegulamentação do uso, armazenamento e compartilhamento de informações pessoais online
Segurança cibernéticaPrevenção e resposta a ameaças à segurança online, como ataques de hackers e malware
Propriedade intelectualProteção de direitos autorais, marcas registradas e patentes no ambiente digital
Direito de autorRegras que regem a proteção dos direitos autorais de conteúdo digital, incluindo música, filmes e livros eletrônicos
E-commerceRegras que se aplicam às transações comerciais realizadas online
Responsabilidade civilResponsabilidade por danos causados por atividades online, incluindo difamação e invasão de privacidade
Direito do consumidorRegras que protegem os consumidores que compram produtos ou serviços online
JurisdiçãoRegras que definem qual jurisdição tem autoridade em casos de atividades online transnacionais
Neutralidade da redeRegras que garantem o acesso igualitário e sem restrições à internet

Quais normas regulam o Direito Digital?

Com o surgimento dos conflitos digitais, surgiu também a necessidade de se criar normas para tratar acerca do tema. Por isso, nos últimos anos, algumas leis nesse sentido foram promulgadas, como o Marco Civil da Internet, primeira lei a abordar sobre a utilização da web no país, e a Lei Geral de Proteção de Dados (LGPD).

Além da adaptação das leis, as principais normas criadas pelo Congresso Nacional, são as seguintes:

  • Lei dos Crimes Informáticos: certas condutas são consideradas crimes como invadir um computador, celular alheio e interromper fraudulentamente o serviço telefônico, telegráfico ou de internet
  • Marco Civil da Internet: como já vimos acima, ele fixa as diretrizes do uso da Internet no Brasil, e determina que esse ambiente é regulamentado pelas regras de Direito Civil, do consumidor, comercial, e outros
  • Código de Processo Civil: cria normas para o desenvolvimento do processo judicial eletrônico
  • Lei de acesso a informação: define a disponibilização das prestações de contas dos entes públicos com o uso da tecnologia da informação.

Ainda a legislação precisa passar por alterações, pois em muitos casos, as leis antigas não dão conta de proteger o usuário.

Fale com um advogado especialista.

Desafios do Direito Digital

Há muitos desafios na busca por uma regulamentação adequada para o ambiente digital:

  • Insegurança: há muitas duvidas sobre como pensar no Direito em uma sociedade tecnológica e cada vez mais avançada. As leis responsáveis por segmentar as relações digitais ainda estão escassas e precisam de mais clareza
  • Velocidade da tecnologia: as mudanças são muitas e aparecem a cada minuto no mundo digital. Mesmo com o esforço dos operadores de Direito e Legisladores existem uma grande incerteza no ambiente digital.
  • Abrangência da regulamentação: todos os dias aparecem novas formas de realizar comercio, pagar impostos, cometer crimes, etc. Por isso o Direito Digital precisa de uma regulamentação abrangente, exigindo normas adequadas para as condutas humanas por trás de toda essa tecnologia.

O que um advogado especialista em Direito Digital faz?

O que um advogado especialista em Direito Digital faz?

O advogado em Brasíia especialista atua nas diversas esferas do Direito que se relacionam com esse tema. Quem se dedica ao Direito Digital pensa de uma maneira mais ampla e isso ocorre porque as relações humanas foram totalmente transformadas com o avanço da tecnologia e não há prazo para que essas mudanças se encerrem. 

Entre os assuntos por ele tratados, temos:

Crimes virtuais

Crimes digitais são atividades ilegais que ocorrem em ambientes digitais, como a internet, redes sociais, computadores e dispositivos móveis. Alguns exemplos incluem:

  • Hacking: Invadir ou interferir em sistemas ou redes de computadores sem autorização;
  • Phishing: Enviar mensagens fraudulentas para obter informações sensíveis, como senhas ou informações bancárias;
  • Cyberstalking: Usar a tecnologia para perseguir ou assediar uma pessoa;
  • Roubo de identidade: Usar informações pessoais de outra pessoa para se passar por ela;
  • Difamação e calúnia na internet: Publicar informações falsas ou difamatórias sobre alguém na internet;
  • Fraude eletrônica: Usar a tecnologia para perpetrar fraude ou estelionato;
  • Pornografia infantil: Produzir, distribuir ou possuir material pornográfico envolvendo crianças.

Violação de privacidade

A privacidade na era digital é uma questão importante, especialmente em relação ao uso de informações pessoais pelas empresas de tecnologia. Isso pode incluir tanto questões de segurança da informação, proteção a ataques, quanto temas relativos à LGPD.

Compliance digital

Compliance digital é o conjunto de medidas, processos e práticas adotados por empresas e organizações para garantir o cumprimento de regulamentos, leis e normas relacionados à tecnologia e à proteção de dados. 

Isso inclui, por exemplo, a proteção de dados pessoais, a segurança da informação, a privacidade dos usuários, a conformidade com regulamentos de comunicações eletrônicas e outros aspectos.

O objetivo da compliance digital é assegurar que as empresas e organizações estejam alinhadas com as regulamentações aplicáveis e protejam os dados e informações dos usuários e das partes interessadas. Essa conformidade com regulamentos e leis digitais é importante para evitar sanções administrativas, multas, danos à reputação e perda de confiança do público.

Bitcoin e criptomoedas

Cada vez mais, a inserção das criptomoedas em nossa sociedade se torna uma prática. Como toda prática, existem efeitos e implicações na vida real. Neste sentido, a segurança jurídica de todas as transações precisa ser garantida, tornando-se parte da atividade de um advogado especialista em direito digital.

Danos morais por ações em redes sociais.

Ações de danos morais por ações em redes sociais são prejuízos à dignidade, honra e imagem de uma pessoa, decorrentes de ações ilegais ou imorais cometidas em redes sociais. É o caso, por exemplo, da divulgação de informações falsas ou difamatórias, violação de privacidade, cyberbullying, entre outras.

De acordo com o ordenamento jurídico brasileiro, a responsabilidade por danos morais em redes sociais pode recair sobre o autor da ação ou sobre o provedor do serviço de rede social, caso tenha havido conhecimento ou dever de impedir a prática do ato ilícito. Neste sentido, as mesmas regras aplicáveis e danos morais no cotidiano se aplicam às redes sociais.

Herança digital

Na medida em que perfis e contas de diversas plataformas se tornam verdadeiros impérios digitais com impactos financeiros no mundo off-line, a questão sucessória destas contas virou matéria de discussão jurídica. Completamente abstratas, mas de impactos muito reais, contas e conteúdos digitais passaram a ser parte da composição de herança, sendo legalmente previstos e devendo ser incluídos no inventário, quando apresentam qualquer tipo de valor. 

Consultoria sobre a LGPD

Para todas as empresas que lidam com dados pessoais, a LGPD pode gerar até mesmo calafrios, especialmente desde que suas punições passaram a ser aplicadas.

O fato é, porém, que essa transição e acompanhamento da observação à LGPD não precisa ser tão traumática. Com uma consultoria e assessoria sobre a LGPD, um escritório de advocacia especialista em Direito Digital é capaz de apontar as ações necessárias para a aderência às regras, enquanto o negócio pode focar naquilo que é especialista em fazer.

Assessoria para e-commerces

Assim como uma loja precisa de assistência jurídica, o e-commerce precisa contar com seu escritório de advocacia. E se ele for especialista em direito digital, é ainda melhor!

De forma geral, um e-commerce está muito próximo de uma loja tradicional, mas apresenta os diferenciais de métodos de pagamento, regras do consumidor e questões relacionadas a anúncios, LGPD, compliance digital, etc. Por isso, unir os dois mundos exige um conhecimento específico eficiente.

Preservação de direitos em jogos digitais e redes sociais

Assim como contas e perfis em redes sociais adquiriram valor patrimonial significativo e precisaram fazer parte das questões relacionadas à herança, contas em plataformas de jogos também são extremamente valiosas para vários indivíduos pelo mesmo motivo. Para muitas pessoas, o acesso a essas plataformas é um sustento de vida.

Sob tal ótica, banir alguém de uma plataforma pode indicar a perda do próprio sustento. Para piorar a situação, tais banimentos e afastamentos nem sempre acontecem por um motivo legalmente recebido no ordenamento jurídico brasileiro.

Por isso, é comum que pessoas recorram à justiça para manterem o direito de realizar suas atividades normalmente nas plataformas que utilizam, de forma a não terem o sustento impedido em função de uma decisão arbitrária da própria plataforma. Assim, preserva-se a capacidade de obtenção de renda do usuário.

Assessoria jurídica para produção de conteúdo

No mundo digital, é comum observar pessoas dizendo que “conteúdo é rei”, afinal, é o conteúdo que movimenta todas as redes sociais e a maioria dos sites, gerando audiência e negócios para os usuários.

Mas como tudo que tem grande exposição, um conteúdo que afete algum direito de outro usuário pode gerar uma dor de cabeça e tanto, com potencial de acabar se tornando um processo judicial com indenizações a serem pagas para o ofendido.

Neste sentido, a atuação de um escritório de advocacia especialista em direito digital funciona tanto para assessorar quanto trazer segurança a uma certa linha editorial, de forma que não gere transtornos futuros. Ainda, poderá atuar em casos em que alguém tenha se sentido atacado por algum tipo específico de conteúdo.

Blindagem da propriedade intelectual e industrial

Textos, fotos, vídeos, músicas, podcasts, softwares, aplicativos, códigos de programação, projetos, ilustrações e uma infinidade de outros meios que são mostrados no mundo digital também são protegidos por direitos do autor em relação à propriedade intelectual e à propriedade industrial.

Em um cenário tão difuso quanto a internet, o direito digital tem a difícil tarefa de saber como estão sendo utilizadas as propriedades de seus clientes e agir em relação ao uso incorreto delas. Desta forma, é essencial haver um trabalho consultivo no sentido de monitorar de forma recorrente o andamento destes usos, evitando que as situações se compliquem por algum tipo de inobservância.

Estabelecimento de contratos por meios digitais

Assim como tantas outras temáticas do direito digital, os contratos assinados digitalmente não são diferentes daqueles assinados em papel em caneta. No entanto, o uso dos meios apropriados podem garantir muito mais segurança jurídica por parte dos contratantes, evitando dores de cabeças futuras.

O fato é que um trabalho consultivo nesta área é capaz de garantir uma segurança muito valiosa para todos os envolvidos, além de permitir gerar escalabilidade para negócios que lidem com um grande volume de contratações, evitando o trânsito de documentos e arquivos que podem gerar problemas, até mesmo sob a ótica da LGPD.

Perguntas frequentes sobre Direito Digital

Como escritório de advocacia especialista em Direito Digital, nossas semanas são repletas de perguntas feitas por pessoas e empresas. Algumas delas se destacam por serem mais frequentes que outras. Por isso, elaboramos uma seção dedicada a essas dúvidas recorrentes e suas respostas:

Como o Direito Digital pode gerar consequências jurídicas mesmo sem legislação específica?

Essa é uma dúvida muito comum. Questões como: “Como alguém pode ser considerado estelionatário por ter aplicado um golpe no WhatsApp se a lei que define o estelionato é anterior à própria internet?” podem parecer complexas, mas existe uma resposta simples.

Leis são escritas para considerar cenários abstratos. Quando há um fato concreto, interpretá-lo-á para entender qual definição abstrata ele se aplica. Pense em uma ameaça: Não é necessário prever a existência de um telefone, de um telegrama, de cartas ou de redes sociais para que se entenda que uma ameaça existe mesmo fora de um contexto presencial, certo?

O mesmo se aplica a qualquer outra interação digital, sejam crimes, negociações, contratos, transações financeiras, diálogos. Tudo que existe no mundo analógico e pode ser replicado no mundo digital terá consequências jurídicas equivalentes. Este é um tema pacificado no ordenamento jurídico brasileiro, não havendo questionamentos sobre a validade dessa interpretação.

Crimes cometidos nas redes sociais podem gerar consequências jurídicas?

Se você leu a resposta para a pergunta anterior, certamente já sabe a resposta desta aqui. De qualquer forma, não custa repetir. Sim, crimes cometidos nas redes sociais podem ser punidos na justiça. 

Quando certa ação considerada criminosa é realizada nas redes sociais, ela pode ser enquadrada como crime digital ou não, sendo punida de acordo com as leis penais relacionadas a esses crimes. Alguns exemplos de crimes cometidos nas redes sociais incluem:

  • Difamação e Calúnia Online: Publicar informações falsas ou enganosas sobre alguém com a intenção de prejudicar sua reputação;
  • Discriminação: Discriminar ou prejudicar alguém com base em sua raça, gênero, orientação sexual, religião, entre outros fatores;
  • Ameaças: Fazer ameaças ou incitar a violência contra outras pessoas nas redes sociais;
  • Roubo de Identidade: Usar informações pessoais de outra pessoa sem autorização para se passar por ela nas redes sociais.

Em alguns casos, as redes sociais também podem ser obrigadas a fornecer informações para as autoridades investigarem crimes cometidos em suas plataformas. Além disso, redes sociais podem amplificar os danos de um crime, aumentando sua gravidade e sua consequente punição.

Contratos digitais também são válidos?

Sim, contratos digitais são válidos e têm o mesmo valor jurídico que os contratos tradicionais, desde que algumas condições sejam atendidas. De acordo com a legislação brasileira, contratos digitais são considerados válidos se:

  1. As partes tiverem capacidade de contratar;
  2. As partes tiverem consentido livremente aos termos do contrato;
  3. O contrato estiver claramente redigido e entendível para as partes envolvidas;
  4. O contrato estiver assinado eletronicamente com uma assinatura eletrônica válida e segura, como uma assinatura digital;
  5. O contrato estiver registrado em um sistema confiável e seguro que permita a identificação das partes e o acesso ao conteúdo do contrato.

Neste sentido, o fato de ser digital não impede a validade do contrato. Pelo contrário, trata-se de um meio com condições de fornecer históricos e validações que trazem segurança jurídica ao documento assinado, além de toda a praticidade que os novos meios proporcionam.

Por que uma empresa deve ter uma estratégia de compliance digital?

O compliance digital beneficia uma empresa de várias maneiras possíveis. Ao contrário do que muitos empresários acreditam, há benefícios que vão muito além do medo da LGPD. Na prática, há impactos que vão desde a segurança jurídica, até a facilidade de contratação pública. Alguns exemplos são:

Segurança do cumprimento de regulamentos e leis: A conformidade com as regulamentações e leis relacionadas à tecnologia e à proteção de dados evita sanções administrativas, multas e outras penalidades legais;

Proteção da privacidade e os dados pessoais: O compliance digital garante que as empresas e organizações estejam em conformidade com as leis de proteção de dados, preservando a privacidade e segurança dos dados pessoais de seus usuários;

Melhoria da confiança dos clientes e do público: Estar em conformidade com regulamentos e leis digitais reforça a confiança dos clientes e do público em relação à empresa ou organização, o que é fundamental para a construção de uma boa reputação.

Evitar danos à reputação e multas: O descumprimento de regulamentos e leis digitais pode resultar em danos à reputação da empresa ou organização, incluindo a perda de confiança do público, a diminuição da imagem de marca e o impacto negativo nas vendas. Algumas infrações também resultam em multas e sanções;

Facilidade no processo de investigação em caso de incidentes: A conformidade com regulamentos e leis digitais ajuda a estabelecer um processo de investigação mais eficiente em caso de incidentes relacionados à tecnologia e à proteção de dados.

A implantação e operação regular de uma estratégia de compliance digital também é trabalho para um escritório de advocacia especialista em direito digital. Isso porque, na prática, consiste em identificar pontos de risco, estabelecer políticas de melhoria e cobrar que a equipe as execute da maneira adequada.

Posso processar alguém que ofendeu a mim ou minha família em redes sociais?

Se for possível comprovar que a ofensa teve danos ou riscos, é perfeitamente possível processar. Via de regra, pode-se pensar que qualquer ofensa que geraria impactos em uma ocasião de convívio presencial também gera impactos em uma circunstância de rede social.

Isso quer dizer que ofensas graves, como ameaças, difamação, calúnia ou injúria podem gerar danos que exijam reparação na justiça. Além disso, algumas ofensas representam crimes de natureza pública, podendo gerar penas que envolvam prisão. Por isso, é necessário buscar ajuda de um advogado especialista em direito digital imediatamente para lidar com a situação.

O que considerar ao escolher um advogado especialista em Direito Digital?

Ao escolher um advogado especialista em direito digital, é importante considerar alguns fatores importantes, como:

  • Experiência: Escolha um escritório com experiência comprovada na área de direito digital, que tenha trabalhado em casos semelhantes ao seu;
  • Reputação: Busque referências para garantir que a qualidade do atendimento será suficiente para resolver a sua demanda;
  • Especialização: Verifique os tipos de caso com os quais o escritório costuma lidar, para garantir que haja familiaridade de atuação nesta área em especial;
  • Comunicação: Conte com profissionais que sejam claros e objetivos na comunicação, e que estejam dispostos a responder suas perguntas e esclarecer suas dúvidas;
  • Acessibilidade: Escolha um advogado que esteja disponível para atender você e que tenha uma estrutura para lidar com questões urgentes.

É sempre importante lembrar que o Direito Digital não se trata de um segmento singular do nosso ordenamento jurídico. Isso significa que ele sempre exigirá multidisciplinaridade, que significa conhecimento em áreas diferentes que são relacionadas ao mundo digital. Por isso, consideramos uma vantagem contar com um escritório com atuação ampla.

Conte com um escritório especializado em Direito Digital

Ficou interessado no assunto? Somos um escritório de advocacia especialista em Direito Digital. Entre em contato agora mesmo, nossos profissionais terão prazer em ajudar você!

O que o advogado digital faz?

O advogado digital, também conhecido como advogado especializado em tecnologia da informação (TI) ou advogado de TI, é responsável por aplicar e interpretar as leis relacionadas à tecnologia da informação e comunicação. Eles podem ajudar empresas e indivíduos a navegar em questões legais relacionadas à privacidade, segurança, propriedade intelectual e comércio eletrônico, entre outros. Além disso, eles podem ajudar a revisar e negociar contratos relacionados à tecnologia, como acordos de licenciamento, contratos de fornecimento de serviços e contratos de segurança de dados. Eles também podem ajudar a garantir que as empresas estejam em conformidade com as leis e regulamentos relacionados à tecnologia, incluindo as regulamentações de proteção de dados. Advogados digitais também podem atuar como conselheiros legais para startups e empresas de tecnologia, ajudando-os a garantir que estão de acordo com as leis e regulamentos aplicáveis.

Como se configura um crime digital?

Um crime digital, também conhecido como crime cibernético, é um delito cometido usando tecnologia da informação e comunicação, como computadores, smartphones, redes sociais e outras plataformas digitais. Alguns exemplos de crimes digitais incluem:

Hacking: Acesso ilegal ou não autorizado a um sistema ou rede de computadores.

Phishing: Envio de e-mails ou mensagens de texto fraudulentas para obter informações pessoais ou financeiras de uma pessoa.

Roubo de identidade: Usando informações pessoais de uma pessoa sem autorização para obter benefícios financeiros ou outros benefícios.

Difamação e calúnia: Publicar informações falsas ou difamatórias sobre uma pessoa ou empresa em plataformas digitais.

Fraude: Utilizar meios digitais para cometer fraude financeira, como roubo de cartão de crédito ou engenharia social.

Ciber assédio: Utilizar meios digitais para assediar, ameaçar ou hostilizar alguém.

É importante notar que as leis e regulamentos relacionados aos crimes digitais variam de acordo com as jurisdições.

Qual o melhor advogado em direito Digital do Brasil?

O escritório Galvão & Silva Advocacia está há mais de nove anos atuando, dispondo de expertise em mais de 15 áreas do direito. Com uma equipe devidamente especializada, trabalhamos incessantemente para proteger o seu direito.
Após um longo tempo de experiência, evoluímos os nossos serviços para um formato mais exclusivo e personalizado, atingindo um índice de satisfação comprovadamente elevado. Portanto, usufrua a segurança de ter um escritório completo lutando ao seu lado, assim como milhares de nossos clientes.

4.8/5 - (65 votes)

___________________________

Artigo escrito por advogados especialistas do escritório Galvão & Silva Advocacia. Inscrita no CNPJ 22.889.244/0001-00 e Registro OAB/DF 2609/15.
Conheça nossos autores.

6 respostas para “Direito Digital”

  1. Luís Fernando disse:

    Preciso de uma assessoria jurídica, tenho uma agencia de info-produtos e gostaria de contratar o escritório de vocês!

  2. Laís Mallmann disse:

    Preciso de uma assessoria jurídica para minha agência! Tenho uma agência que presta serviços para grandes influenciadoras

  3. Ricardo disse:

    estou abrindo uma startup e preciso de uma assessoria jurídico poderiam me ajudar

Deixe um comentário ou Sugestão:

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Escritório bem avaliado Temos uma reputação global por fornecer serviços jurídicos excepcionais.
Excelência O Galvão & Silva Advocacia

Ao longo do tempo acumulamos larga experiência, formando equipes profissionais altamente qualificadas, mestres em suas áreas de atuação e buscando incorporar tecnologias operacionais de mercados mais avançados.

Inovação e Criatividade

Transformamos as ideias em realidade, sempre oferecendo um serviço de excelência.

Tecnologia de Ponta

Sempre buscando novas tecnologias, oferecemos uma melhor experiência para o cliente.

Profissionais Especializados

Um escritório Full Service com advogados peritos em cada área do direito.

Atendimento de Excelência

Atendimento humanizado. Tudo pensado para melhor te atender, buscando um alto índice de satisfação.

Agilidade na Solução

Celeridade no atendimento e eficiência na prestação do serviço.

Localização Estratégica

Estando localizado no centro de Brasília, alcançamos o sucesso nos processos em um curto prazo.

Entre em contato com um advogado especialista

Agende uma consultoria diretamente pelo seu WhatsApp e converse com um de nossos especialistas. Estamos prontos para te atender.

Entre em contato
Onde nos encontrar
Goiânia - GO
Av. Portugal, n°1148, Sala C 2501 - Edifício Órion Business & Health Complex, Setor Marista, Goiânia - GO CEP: 74.150-030
São Paulo - SP
Avenida Paulista, 1636 - Sala 1504 - Cerqueira César, São Paulo - SP CEP: 01.310-200
Belo Horizonte - BH
Rua Rio Grande do Norte, 1435, Sala 708 - Savassi, Belo Horizonte - MG CEP: 30130-138
Águas Claras - DF
Rua das Pitangueiras 02 Águas Claras Norte, Lote 11/12, Edifício Easy, Mezanino, Brasília - DF CEP: 71950-770
Fortaleza - CE
Rua Monsenhor Bruno, nº 1153, Sala 1423 - Scopa Platinum Corporate, Aldeota, Fortaleza - CE CEP: 60115-191
Florianópolis - SC
Av. Pref. Osmar Cunha, 416, Sala 1108 - Ed. Koerich Empresarial Rio Branco, Centro, Florianópolis - SC CEP: 88015-200
Natal - RN
Avenida Miguel Alcides de Araújo, 1920, Lote A, Capim Macio, Natal - RN CEP: 59078-270
Salvador - BA
Avenida Tancredo Neves, 2539, Sala 2609 - CEO Salvador Shopping Torre Londres, Caminho das Árvores, Salvador - BA CEP: 41820-021
Teresina - PI
Rua Thomas Edson, 2203 - Horto, Teresina - PI CEP: 64052-770
Curitiba - PR
Rua Bom Jesus, Nº 212, Sala 1904 - Juvevê - Curitiba - PR CEP: 80.035-010
João Pessoa - PB
Avenida Dom Pedro I, no 719, sala 104, Tambiá - João Pessoa - PB CEP: 58020-514

©2024 Galvão & Silva - Todos os Direitos Reservados. CNPJ 22.889.244/0001-00 | OAB/DF 2609/15

Entrar em contato pelo WhatsApp
✓ Válido

Olá, tudo bem? Clique aqui e agende uma consulta com o especialista.
Formulário de whatsapp
Ligar
Aguarde um momento enquanto geramos o seu protocolo de atendimento.