Recurso de Apelação: Proteja seus Interesses e Busque Justiça Recurso de Apelação: Proteja seus Interesses e Busque Justiça

Recurso de Apelação: Proteja seus Interesses e Busque Justiça

26/07/2023

8 min de leitura

Atualizado em

recurso-de-apelacao

Falar sobre o Recurso de Apelação é de extrema importância, pois esse é um dos principais instrumentos utilizados no sistema judicial para garantir a revisão e a correção de decisões judiciais que possam conter equívocos ou injustiças. Pensando na relevância da temática, os advogados do escritório Galvão & Silva Advocacia elaboraram este artigo.

O que é recurso de apelação?

O Recurso de Apelação é uma medida judicial utilizada para contestar uma decisão proferida por um juiz ou tribunal em um processo judicial. Trata-se de um instrumento processual que permite que as partes insatisfeitas com a decisão obtenham a revisão da matéria por uma instância superior.

Quando uma parte considera que a decisão do juiz de primeira instância foi desfavorável ou contém equívocos, ela pode interpor um recurso de apelação junto ao tribunal de segunda instância competente. Nesse recurso, a parte deve apresentar fundamentos jurídicos que justifiquem a reforma ou anulação da decisão anterior.

O objetivo do recurso de apelação é permitir que a instância superior reanalise o caso de forma mais ampla e imparcial, corrigindo eventuais erros de interpretação do direito ou equívocos na aplicação da lei. O tribunal de segunda instância poderá confirmar a decisão anterior, mantendo-a inalterada, ou poderá reformá-la, alterando total ou parcialmente o conteúdo da decisão.

Ligue e agende a sua consultoria com o Advogado Especialista.

Quem pode interpor um recurso de apelação?

No contexto do sistema judicial, qualquer uma das partes envolvidas em um processo pode interpor um recurso de apelação caso esteja insatisfeita com a decisão proferida pelo juiz de primeira instância. Isso inclui tanto o autor da ação (demandante) quanto o réu (demandado).

Em processos cíveis, o autor pode interpor o recurso de apelação caso sua pretensão não tenha sido acolhida integralmente ou se tenha sido negada pelo juiz. Por outro lado, o réu pode recorrer de uma decisão desfavorável que o tenha condenado ou que não tenha acolhido suas alegações de defesa.

Em processos criminais, tanto o réu quanto o Ministério Público (acusação) têm o direito de recorrer de uma decisão condenatória ou absolutória, caso a parte que recorre não esteja satisfeita com a decisão.

Qual é o prazo para a interposição do recurso de apelação?

No Brasil, o prazo para a interposição do recurso de apelação é regulamentado pelo Código de Processo Civil (CPC) e pode variar de acordo com o tipo de processo e a instância em que a decisão foi proferida. Em geral, o prazo para a interposição do recurso de apelação é de 15 dias úteis a contar da data da intimação da decisão que se pretende recorrer.

Esse prazo é estabelecido pelo artigo 1.003 do CPC, que prevê o seguinte:

Art. 1.003. O prazo para interposição de apelação é de 15 (quinze) dias. § 1º. O prazo para interposição de apelação conta-se da data em que terminar o prazo para a interposição do recurso adesivo.”

É importante ressaltar que o prazo é contado em dias úteis, o que significa que os sábados, domingos e feriados não são considerados no cálculo. Além disso, caso a parte seja representada por um advogado, o prazo começa a contar a partir da data da intimação do advogado sobre a decisão. Já se a parte não tiver advogado, o prazo inicia-se a partir da data da intimação direta da parte.

Precisando de um Advogado Especialista em sua causa?Somos o escritório certo para te atender.

Quais são os requisitos para a admissibilidade do recurso de apelação?

No Brasil, para que o recurso de apelação seja admitido e possa ser analisado pelo tribunal de segunda instância, é necessário que ele preencha alguns requisitos de admissibilidade previstos no Código de Processo Civil (CPC). Os principais requisitos são os seguintes:

  • Legitimidade: O recurso de apelação deve ser interposto pela parte legítima no processo, ou seja, aquela que tenha interesse jurídico na reforma ou anulação da decisão proferida pelo juiz de primeira instância;
  • Tempestividade: O recurso deve ser apresentado dentro do prazo legal estabelecido pelo CPC. Esse prazo é de 15 dias úteis, contados a partir da data da intimação da decisão que se pretende recorrer;
  • Regularidade formal: O recurso de apelação deve atender aos requisitos formais estabelecidos na legislação. Isso inclui a correta identificação das partes, a indicação da decisão que se pretende recorrer, a exposição clara e objetiva dos fundamentos do recurso e o pedido específico de reforma ou anulação da decisão;
  • Preparo: Em alguns casos, o recurso de apelação pode estar sujeito ao pagamento de custas processuais, que são chamadas de preparo. O preparo consiste no recolhimento de determinadas despesas processuais, de acordo com o valor da causa ou o tipo de processo;
  • Inexistência de recursos com efeito suspensivo: Se a decisão que se pretende recorrer estiver sujeita a outros recursos que tenham efeito suspensivo, como o recurso de agravo de instrumento, é necessário aguardar o julgamento desses recursos antes de interpor a apelação;
  • Fundamentação específica: O recurso de apelação deve ser fundamentado de forma específica, apontando os erros de fato ou de direito que foram cometidos na decisão recorrida e indicando as razões pelas quais a decisão deve ser reformada.

É importante que o recurso atenda a todos esses requisitos para que seja admitido e possa ser analisado pelo tribunal de segunda instância. Caso haja alguma irregularidade ou ausência de cumprimento de algum requisito, o recurso pode ser considerado inadmissível, prejudicando a análise do mérito pela instância superior. 

Por isso, é fundamental que as partes interessadas em interpor uma apelação consultem um advogado para garantir que o recurso seja apresentado corretamente e que sejam observados todos os requisitos legais.

Clique no botão e fale agora com o advogado especialista

É possível apresentar mais de um recurso de apelação em um mesmo processo?

No sistema jurídico brasileiro, em regra, não é possível apresentar mais de um recurso de apelação em um mesmo processo. Isso porque tal recurso é uma via recursal que tem a finalidade de questionar e buscar a revisão de uma única decisão proferida pelo juiz de primeira instância.

Assim, uma vez interposto e julgado o recurso de apelação, não é permitido apresentar novo recurso contra a mesma decisão. Isso significa que a decisão proferida pelo tribunal de segunda instância no primeiro recurso é considerada definitiva, e as partes não podem utilizar esse mesmo recurso para reavaliar novamente a questão.

No entanto, existem exceções em que é possível apresentar outros tipos de recursos, além da apelação, no mesmo processo. Por exemplo, é possível apresentar um recurso de embargos de declaração caso a decisão contenha alguma obscuridade, contradição, omissão ou erro material a ser corrigido. 

Vale ressaltar que, em alguns sistemas jurídicos, é possível apresentar recursos sucessivos em instâncias superiores, buscando a revisão de decisões anteriores. No entanto, cada sistema jurídico possui suas próprias regras e procedimentos, por isso é importante consultar a legislação aplicável para compreender as possibilidades de interposição de recursos em um determinado processo. 

Importância de um advogado especialista em recurso de apelação

A importância de um advogado especialista em recurso de apelação é fundamental para garantir a efetividade desse tipo de recurso no sistema judicial. Algumas das razões que tornam esse profissional relevante são:

  • Conhecimento jurídico especializado: Um advogado especialista em recurso possui conhecimento aprofundado sobre a legislação, doutrina e jurisprudência relacionadas a esse tipo de recurso. Isso permite que ele compreenda as particularidades do procedimento e as melhores estratégias para a interposição do recurso;
  • Identificação de erros e falhas na decisão: O advogado especialista é capaz de analisar minuciosamente a decisão judicial proferida pelo juiz de primeira instância, identificando eventuais erros de fato ou de direito que possam justificar a interposição do recurso;
  • Fundamentação adequada do recurso: O advogado especialista sabe como fundamentar o recurso de forma sólida e consistente, apresentando os argumentos jurídicos adequados que justifiquem a reforma ou anulação da decisão;
  • Prazos e requisitos legais: O advogado especializado conhece os prazos e os requisitos legais para a interposição de recursos, evitando que a parte perca a oportunidade de recorrer por questões processuais;
  • Preparo técnico para as etapas do processo: O advogado especialista está familiarizado com as etapas do processo de apelação, desde a elaboração do recurso até o acompanhamento do julgamento, proporcionando maior segurança e eficiência em todas as fases;
  • Melhoria das chances de sucesso: Um advogado especialista em recursos possui experiência na área e sabe quais são os argumentos mais persuasivos para convencer o tribunal de segunda instância a reformar a decisão recorrida;
  • Acompanhamento no tribunal: O advogado especializado pode representar a parte no tribunal de segunda instância, apresentando oralmente os fundamentos do recurso durante o julgamento, o que é conhecido como sustentação oral;
  • Orientação ao cliente: Além de cuidar dos aspectos técnicos do recurso, o advogado especialista pode orientar o cliente sobre as expectativas e o desenrolar do processo de apelação, proporcionando maior transparência e clareza sobre o caso.
Precisando de um Advogado Especialista em sua causa?Somos o escritório certo para te atender.

Ter um advogado experiente ao lado é essencial para enfrentar efetivamente as questões legais envolvidas. Ficou interessado no assunto? Nosso escritório de advocacia Galvão & Silva especialista em recursos, com profissionais altamente qualificados, prezamos pela excelência e pela satisfação dos nossos clientes. Entre em contato agora mesmo, nossos profissionais terão prazer em ajudar você!

5/5 - (1 vote)
Autor
Galvão & Silva Advocacia

Artigo escrito por advogados especialistas do escritório Galvão & Silva Advocacia. Inscrita no CNPJ 22.889.244/0001-00 e Registro OAB/DF 2609/15. Conheça nossos autores.

Revisor
Daniel Ângelo Luiz Silva

Advogado especialista, formado pela pela Faculdade Processus em Brasília inscrito nos OAB DF sob o número 54.608, professor e escritor de diversos temas relacionado ao direito brasileiro.

Deixe um comentário ou Sugestão:

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Escritório bem avaliado Temos uma reputação global por fornecer serviços jurídicos excepcionais.
Posts relacionados

Melhor advogado para Recurso Extraordinário

Por Galvão & Silva Advocacia

08 maio 2024 ∙ 8 min de leitura

(Re)valoração da Prova como Critério de...

Por Galvão & Silva Advocacia

07 maio 2024 ∙ 8 min de leitura

Por que contratar o Melhor Advogado para...

Por Galvão & Silva Advocacia

07 maio 2024 ∙ 8 min de leitura

Posts recomendados

Advogado especialista em dívidas bancárias

Por Galvão & Silva Advocacia

28 dez 2020 ∙ 15 min de leitura

Homologação de sentença estrangeira

Por Galvão & Silva Advocacia

15 jun 2014 ∙ 41 min de leitura

Direito Administrativo

Por Galvão & Silva Advocacia

29 abr 2014 ∙ 28 min de leitura

Onde nos encontrar
Goiânia - GO
Av. Portugal, n°1148, Sala C 2501 - Edifício Órion Business & Health Complex, Setor Marista, Goiânia - GO CEP: 74.150-030
São Paulo - SP
Avenida Paulista, 1636 - Sala 1504 - Cerqueira César, São Paulo - SP CEP: 01.310-200
Belo Horizonte - BH
Rua Rio Grande do Norte, 1435, Sala 708 - Savassi, Belo Horizonte - MG CEP: 30130-138
Águas Claras - DF
Rua das Pitangueiras 02 Águas Claras Norte, Lote 11/12, Edifício Easy, Mezanino, Brasília - DF CEP: 71950-770
Fortaleza - CE
Rua Monsenhor Bruno, nº 1153, Sala 1423 - Scopa Platinum Corporate, Aldeota, Fortaleza - CE CEP: 60115-191
Florianópolis - SC
Av. Pref. Osmar Cunha, 416, Sala 1108 - Ed. Koerich Empresarial Rio Branco, Centro, Florianópolis - SC CEP: 88015-200
Natal - RN
Avenida Miguel Alcides de Araújo, 1920, Lote A, Capim Macio, Natal - RN CEP: 59078-270
Salvador - BA
Avenida Tancredo Neves, 2539, Sala 2609 - CEO Salvador Shopping Torre Londres, Caminho das Árvores, Salvador - BA CEP: 41820-021
Teresina - PI
Rua Thomas Edson, 2203 - Horto, Teresina - PI CEP: 64052-770
Curitiba - PR
Rua Bom Jesus, Nº 212, Sala 1904 - Juvevê - Curitiba - PR CEP: 80.035-010
João Pessoa - PB
Avenida Dom Pedro I, no 719, sala 104, Tambiá - João Pessoa - PB CEP: 58020-514

©2024 Galvão & Silva - Todos os Direitos Reservados. CNPJ 22.889.244/0001-00 | OAB/DF 2609/15

Entrar em contato pelo WhatsApp
✓ Válido

Olá, tudo bem? Clique aqui e agende uma consulta com o especialista.
Formulário de whatsapp
Ligar
Aguarde um momento enquanto geramos o seu protocolo de atendimento.