Seguro-Desemprego: Saiba Como Funciona ! Seguro-Desemprego: Saiba Como Funciona !

Seguro-Desemprego: Saiba Como Funciona !

04/05/2023

7 min de leitura

Atualizado em

seguro-desemprego

O seguro-desemprego é um dos principais benefícios oferecidos pelo governo para ajudar trabalhadores em situação de desemprego, sendo um dos maiores mecanismos de proteção social no Brasil. Esta ajuda financeira é um direito previsto na Constituição e, portanto, assegura para os trabalhadores desempregados recursos que são fundamentais para enfrentar despesas e compor a renda familiar.

No entanto, é necessário que os requisitos previstos sejam cumpridos e que existem limites legais a serem observados para acessar este benefício. O escritório Galvão & Silva Advocacia tem os melhores advogados em Direito Previdenciário e neste artigo vamos esclarecer como funciona o seguro-desemprego e quais são as suas principais regras.

O que é o seguro-desemprego?

O Seguro-Desemprego é um benefício de transferência de renda do Governo Federal, sob responsabilidade do Ministério do Trabalho, que foi criado visando auxiliar trabalhadores demitidos sem justa causa no custeio de despesas até que possam reintegrar o mercado de trabalho.

Trata-se de um benefício que pode ser pago ao trabalhador desligado de uma empresa, devido à demissão sem justa causa, por questão econômica, tecnológica ou estrutural. O objetivo do Seguro-Desemprego é contribuir para o desenvolvimento econômico do país, ajudando a reduzir o desemprego e dando oportunidades aos desempregados de manterem-se até que voltem a encontrar emprego.

Por essa razão, é uma das principais medidas do Governo para estimular a economia brasileira. Assim sendo, para qualificar-se para o seguro-desemprego o trabalhador precisa ter contribuído para o FGTS e dispor de comprovação dos últimos 18 meses de trabalho antes da demissão.

O seguro-desemprego é um benefício estabelecido como direito constitucional, previsto no artigo 7º da Constituição Federal, os trabalhadores demitidos sem justa causa têm direito ao seguro-desemprego, com o intuito de garantir a segurança econômica do trabalhador até que encontre novo emprego.

Por meio deste direito, o Governo busca dar oportunidades para que os trabalhadores possam reintegrar-se ao mercado de trabalho e estimular o desenvolvimento da economia brasileira. Caso você não tenha tido acesso ao seguro-desemprego, entre em contato com nosso escritório Galvão & Silva Advocacia.

Ligue e agende sua consultoria com o Advogado Especialista em Direito Previdenciário.

Quem tem direito ao seguro-desemprego?

Segundo a legislação brasileira, o trabalhador demitido sem justa causa ou que teve o contrato de trabalho suspenso ou extinto tem direito ao benefício do seguro-desemprego. Qualquer trabalhador, de qualquer setor, que tenha sido demitido sem justa causa ou que tenha seu contrato rescindido pode ter direito ao seguro-desemprego.

Porém, para ter direito ao benefício é importante que o trabalhador cumpra alguns requisitos, como ter trabalhado por pelo menos seis meses nos últimos 18 meses, não ter recebido nenhum seguro-desemprego nos últimos nove meses e ter tido uma renda inferior ao salário mínimo.

Além disso, é importante que o trabalhador se dirija ao órgão responsável para solicitar o seguro-desemprego. A partir daí, o órgão irá analisar o caso e informar se o trabalhador tem direito ou não ao benefício. O seguro-desemprego é uma importante forma de proteção para o trabalhador brasileiro, pois garante ao desempregado uma renda mínima enquanto ele procura outro emprego.

No entanto, para ter direito ao benefício é preciso cumprir alguns requisitos. Assim, é importante que o trabalhador conheça os direitos previstos na legislação brasileira no que diz respeito ao seguro-desemprego, pois, assim, ele ficará ciente de quem tem direito e do que precisa ser feito para obter o benefício.

Como solicitar o seguro-desemprego?

O seguro-desemprego é um benefício destinado ao trabalhador que foi demitido sem justa causa. Não são todos os trabalhadores, com direito ao recebimento do seguro-desemprego. Por isso, é importante conhecer quem tem direito a solicitar o benefício e quais são as condições para poder ser solicitado.

Primordialmente, o trabalhador precisa entregar a carta de concessão do seguro-desemprego na agência do trabalhador. Posteriormente, deverá comparecer à agência para a realização da perícia médica.

Também é possível fazer a solicitação por meio do aplicativo da Carteira de Trabalho Digital, do Ministério do Trabalho. Com essas informações, os trabalhadores desempregados sem justa causa podem solicitar o seguro-desemprego, pois é um direito deles.

É importante ressaltar que, para que o processo ocorra de forma eficiente e sem burocracia, é preciso seguir as etapas como exatamente descrito. Desse modo, o trabalhador pode conseguir o benefício no menor tempo possível e ter acesso ao seguro-desemprego

Caso você tenha dúvidas sobre este procedimento ou caso o seu benefício seja negado, entre em contato com nosso escritório Galvão & Silva Advocacia, para consultoria e assessoria jurídica. Assim, poderemos verificar o que ocorreu com seu caso em específico e buscar a solução mais adequada.

Ligue e agende sua consultoria com o Advogado Especialista em Direito Previdenciário.

Quais os documentos necessários para solicitar o seguro-desemprego?

Para fazer a solicitação do seguro-desemprego, você deve ter em mãos o documento do Requerimento do Seguro-Desemprego. Este documento você recebe do empregador no momento que é dispensado sem justa causa. Além deste documento, é preciso seu documento de identificação (RG e CPF).

Com estes documentos você poderá solicitar o seguro-desemprego por meio do aplicativo Carteira de Trabalho Digital. Porém, em caso de dúvidas, você pode contactar uma das Superintendências do Ministério do Trabalho. Além disso, não deixe de realizar uma consultoria jurídica com advogado especializado.

Ainda, apesar de aparentemente simples, o aconselhamento adequado garante maiores chances de êxito na solicitação do benefício. Assim, nosso escritório Galvão & Silva Advocacia pode lhe assessorar nesta solicitação.

Quanto tempo dura o seguro-desemprego?

Quanto tempo dura o seguro-desemprego? Ou seja, quanto tempo tem direito ao benefício após a rescisão de contrato de trabalho? Conforme a legislação, a duração do seguro-desemprego depende de vários fatores, notadamente dos períodos trabalhados nos últimos 18 meses anteriores à data da rescisão.

Para trabalhadores que tenham trabalhado por menos de 12 meses nos últimos 18, o seguro-desemprego tem duração máxima de três meses. Já para trabalhadores que tenham trabalhado por 12 ou mais meses nos últimos 18, o seguro-desemprego tem duração máxima de quatro meses.

No entanto, a duração do seguro-desemprego também vai depender do seu rendimento médio nos últimos 18 meses antes da rescisão. Se o rendimento médio for igual ou superior a R$2.164,81, a pessoa terá direito ao benefício por, no máximo, quatro meses.

Por outro lado, se o rendimento médio for inferior a R$2.164,81, a pessoa tem direito ao seguro-desemprego por, no máximo, cinco meses, conforme prevê a legislação. Portanto, a duração do seguro-desemprego é determinada pela lei, podendo variar entre três e cinco meses.

Isso poderá variar dependendo dos períodos trabalhados nos últimos 18 meses anteriores à data da rescisão, bem como do rendimento médio nos últimos 18 meses. De todo modo, todos os desempregados têm direito ao seguro-desemprego, desde que se enquadrem nos requisitos previstos na legislação.

Conforme o exposto, é importante que você conheça os seus direitos para garantir o recebimento deste benefício. O escritório Galvão & Silva Advocacia, tem advogados especialistas em Direito Previdenciário e, especificamente, em seguro-desemprego. Portanto, agende uma consultoria jurídica conosco e acesse a excelência no judiciário.

Conclusão

Muitos brasileiros estão desempregados ou passando por dificuldades financeiras, e o seguro-desemprego é um benefício importante que tem por objetivo ajudá-los neste momento difícil. 

Ainda, serve como um incentivo ao emprego, pois, se o trabalhador encontrar um emprego, o benefício é suspenso. Assim, o seguro-desemprego é um importante instrumento que contribui para o desenvolvimento do trabalho no Brasil, pois ajuda a melhorar as condições de trabalho e a reduzir a informalidade.

Portanto, é um direito fundamental que deve ser preservado e ampliado. O escritório Galvão & Silva Advocacia, tem os melhores advogados especialistas em Direito Previdenciário, e estamos à disposição para lhe assessorar na obtenção do seguro-desemprego.

Ademais, quando se trata de rescisão de contrato de trabalho, há muitos direitos que devem ser observados, e durante este processo é indispensável que você tenha o auxílio de um advogado trabalhista.

Fale agora mesmo com nosso escritório Galvão & Silva Advocacia e tenha acesso à melhor consultoria e assessoria na área do Direito Previdenciário! Nosso atendimento pode ser realizado para trabalhadores de todo o país.

Entre em contato conosco agora mesmo! 

5/5 - (2 votes)
Autor
Galvão & Silva Advocacia

Artigo escrito por advogados especialistas do escritório Galvão & Silva Advocacia. Inscrita no CNPJ 22.889.244/0001-00 e Registro OAB/DF 2609/15. Conheça nossos autores.

Revisor
Daniel Ângelo Luiz Silva

Advogado especialista, formado pela pela Faculdade Processus em Brasília inscrito nos OAB DF sob o número 54.608, professor e escritor de diversos temas relacionado ao direito brasileiro.

Deixe um comentário ou Sugestão:

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Escritório bem avaliado Temos uma reputação global por fornecer serviços jurídicos excepcionais.
Posts relacionados

Como Fazer o BPC para Idosos em Situação de...

Por Galvão & Silva Advocacia

18 abr 2024 ∙ 8 min de leitura

Documentação Necessária para o BPC/LOAS...

Por Galvão & Silva Advocacia

17 abr 2024 ∙ 5 min de leitura

Direitos Previdenciários: o BPC para Pessoas...

Por Galvão & Silva Advocacia

15 abr 2024 ∙ 8 min de leitura

Posts recomendados

Advogado especialista em dívidas bancárias

Por Galvão & Silva Advocacia

28 dez 2020 ∙ 15 min de leitura

Homologação de sentença estrangeira

Por Galvão & Silva Advocacia

15 jun 2014 ∙ 41 min de leitura

Direito Administrativo

Por Galvão & Silva Advocacia

29 abr 2014 ∙ 28 min de leitura

Onde nos encontrar
Goiânia - GO
Av. Portugal, n°1148, Sala C 2501 - Edifício Órion Business & Health Complex, Setor Marista, Goiânia - GO CEP: 74.150-030
São Paulo - SP
Avenida Paulista, 1636 - Sala 1504 - Cerqueira César, São Paulo - SP CEP: 01.310-200
Belo Horizonte - BH
Rua Rio Grande do Norte, 1435, Sala 708 - Savassi, Belo Horizonte - MG CEP: 30130-138
Águas Claras - DF
Rua das Pitangueiras 02 Águas Claras Norte, Lote 11/12, Edifício Easy, Mezanino, Brasília - DF CEP: 71950-770
Fortaleza - CE
Rua Monsenhor Bruno, nº 1153, Sala 1423 - Scopa Platinum Corporate, Aldeota, Fortaleza - CE CEP: 60115-191
Florianópolis - SC
Av. Pref. Osmar Cunha, 416, Sala 1108 - Ed. Koerich Empresarial Rio Branco, Centro, Florianópolis - SC CEP: 88015-200
Natal - RN
Avenida Miguel Alcides de Araújo, 1920, Lote A, Capim Macio, Natal - RN CEP: 59078-270
Salvador - BA
Avenida Tancredo Neves, 2539, Sala 2609 - CEO Salvador Shopping Torre Londres, Caminho das Árvores, Salvador - BA CEP: 41820-021
Teresina - PI
Rua Thomas Edson, 2203 - Horto, Teresina - PI CEP: 64052-770
Curitiba - PR
Rua Bom Jesus, Nº 212, Sala 1904 - Juvevê - Curitiba - PR CEP: 80.035-010
João Pessoa - PB
Avenida Dom Pedro I, no 719, sala 104, Tambiá - João Pessoa - PB CEP: 58020-514

©2024 Galvão & Silva - Todos os Direitos Reservados. CNPJ 22.889.244/0001-00 | OAB/DF 2609/15

Entrar em contato pelo WhatsApp
✓ Válido

Olá, tudo bem? Clique aqui e agende uma consulta com o especialista.
Formulário de whatsapp
Ligar
Aguarde um momento enquanto geramos o seu protocolo de atendimento.