Contrato de comodotado rural: o que é e qual importância? Contrato de comodotado rural: o que é e qual importância?

Contrato de Comodato Rural: O que é e Sua Importância

19/05/2023

9 min de leitura

Atualizado em

contrato-de-comodato-rural

Está cada vez mais presente a busca por imóveis rural e com isso acaba aumentando também a procura por comodato rural.  Você sabe o que é? Pois bem, a partir de agora você vai entender tudo sobre essa forma de contrato de comodato rural e quais seus benefícios e riscos.

Estamos percebendo que vários usuários chegam até o nosso escritório através de termos de busca como:

  • Advogado comodato rural.
  • Advogado especialista em casos rurais.
  • O que é comodato rural?
  • Qual a importância de um comodato rural?
  • Como um advogado pode ajudar no contrato de comodato rural?.
  • Advogado especialista em casos agrários.

O termo comodato rural está relacionado com imóveis rurais, podendo ser classificado como uma forma de contrato agrário atípico, uma vez que não possui disciplina específica no Estatuto da Terra, mas está presente no Código Civil

O Escritório Galvão & Silva conta com uma equipe de profissionais altamente capacitados na elaboração de comodatos rurais e é capaz de auxiliar nas demandas sobre esse assunto.

Ligue e agende sua consultoria com o Advogado Especialista em Direito Imobiliário.

O que é contrato de comodato rural? 

É por meio do contrato de comodato rural que o proprietário de um imóvel rural poderá ceder o uso, de forma integral ou parcial, para outra pessoa.

No contrato pode ser incluso o uso (ou não) das benfeitorias, assim como pode ser feito por tempo indeterminado ou específico.

O contrato de comodato rural garante maior segurança e é capaz de definir as obrigações e direitos de cada parte envolvida.

Vários proprietários rurais utilizam do comodato como uma maneira de fazer com que a terra fique produtiva e assim, evitar invasões e desapropriações em razão do ócio da propriedade.

Por isso, a maior finalidade desse tipo de contrato é assegurar que a função social da propriedade rural está sendo exercida. Dessa forma, é muito importante que o comodatário realize alguma função na terra, seja por meio da pecuária ou plantando alimentos ou alguma outra forma de cultura.

Certo é que o comodatário rural possui a faculdade de transformar uma área que se encontra totalmente destruída em produtiva.

O comodato rural é classificado como um contrato unilateral, tendo em vista que o comodante não possui nenhuma obrigação. Resta ao comodatário assumir os ônus como impostos, manutenção, mesmo que não tenha que desembolsar valores ao dono da propriedade para usar a terra.

Ligue e agende sua consultoria com o Advogado Especialista em Direito Imobiliário.

Qual a importância do contrato de comodato rural? 

O contrato de comodato rural é muito importante em razão dos benefícios que pode proporcionar tanto para o comodatário quanto para o proprietário do imóvel.

A principal vantagem apontada nesse tipo de contrato é a ausência de custos. Importante ressaltar que é possível realizar o contrato por meio particular, sem fazer uso do serviço de cartório, mas é muito recomendado que tenha um advogado capacitado auxiliando sua elaboração.

Um ponto positivo para o dono da terra é que durante o comodato, a responsabilidade por cuidar e manter o bem será do comodatário. 

Também é possível reaver o imóvel durante a vigência do contrato. Nesse ponto é muito importante que o contrato de comodato rural conte com cláusulas indicando diversas possibilidades para evitar problemas futuros.

Para o comodatário uma vantagem a ser mencionada é que essa modalidade de contrato proporciona que ele exerça alguma atividade rural, assim ajuda muitos produtores que não possuem meios de fazer um arrendamento rural.

Quais os riscos do contrato de comodato rural? 

Sobre os riscos do comodato rural é necessário fazer algumas observações.

Tendo em vista que o contrato não vai fazer a exigência de um pagamento, o comodato rural pode perder muitas garantias se comparado com o arrendamento rural.

Caso o comodatário aja de má-fé, o proprietário poderá ter dificuldade em reaver sua propriedade se o contrato de comodato rural. Caso o contrato seja com um prazo determinado previamente, será muito complicado conseguir reaver a propriedade antes desse prazo.

Caso ocorra uma ação judicial, o comodatário poderá alegar que estava em posse da terra por meio de doação de imóvel, locação, compra e venda, dentre outras situações. Por isso, é sempre bom colacionar provas para demonstrar que se trata de um comodato rural.

Se o contrato for sem prazo determinado, o risco fica para o comodatário, uma vez que o dono da terra poderá reaver sua propriedade ainda que esteja no meio de um ciclo produtivo. Nesse caso o comodatário ficará sem a sua produção e sem nenhuma espécie de indenização.

Por isso é muito importante ter o acompanhamento de um advogado especializado em contratos rurais para mitigar riscos e prejuízos. O escritório Galvão & Silva tem advogados especialistas em direito imobiliário, báncario e direito rural, além de outras áreas do direito, que serão capazes de auxiliar questões sobre o assunto.

Ligue e agende sua consultoria com o Advogado Especialista em Direito Imobiliário.

Quais as obrigações do comodatário?

O comodatário é a pessoa que recebe o poder de fazer uso do imóvel, no entanto deverá observar algumas questões:

  • Fazer uso do imóvel para a finalidade definida no contrato de comodato rural.
  • Cuidar da conservação do imóvel.
  • Ter os gastos da manutenção do imóvel.
  • Cumprir o prazo estipulado no contrato.

Como um contrato de comodato rural é feito?

De início, para realizar o contrato de comodato rural é imprescindível que ambas as partes estejam acordadas

Assim, depois do acordo de vontades será preciso fazer a formalização dessas vontades por meio de um contrato.

É altamente recomendado que as partes tenham a ajuda de um advogado nesse momento, para garantir maior segurança jurídica e fornecer as melhores orientações.

É muito importante que o contrato seja bem completo e tenha informações detalhadas, bem como é necessário que o contrato seja adequado aos anseios e reais necessidades das partes.

Sendo assim, é relevante que você inclua no comodato:

  • Quais são as obrigações do comodatário rural.
  • Qualificação completa do imóvel, das partes e mencionar qualquer peculiaridade das terras.
  • Determinar a data de devolução do imóvel.
  • Estipulação das responsabilidades do comodatário por eventuais despesas com a manutenção do imóvel rural.

Ligue e agende sua consultoria com o Advogado Especialista em Direito Imobiliário.

Há outras formas de comodato além do rural?

Sim, embora a modalidade de comodato rural seja a mais frequente, é possível observar outras formas de comodato como:

  • Comodato de equipamento: geralmente utilizado por empresas, especialmente do ramo de construção civil ou equipamentos de escritório.
  • Comodato verbal: apesar do comodato rural ser considerado como um contrato que não exige uma formalidade escrita, não é recomendado fazer por meio verbal, justamente para assegurar os direitos das partes em caso de discordâncias e problemas. 
  • Comodato de veículo: trata-se de um contrato mais comum entre as empresas e seus funcionários que necessitam usar os veículos para atividades de trabalho. No âmbito rural, é bem frequente tais contratos serem de máquinas agrícolas.
  • Comodato oneroso ou modal: apesar da intenção principal do comodado ser um contrato gratuito, é possível fazer um comodato oneroso, nessa situação o empréstimo vai contar com encargos, como uma contraprestação financeira.

É importante você contar com a ajuda de advogados capacitados, pois algum ato mal realizado poderá trazer prejuízo, busque por um escritório capacitado para auxiliar sua demanda.

Qual a diferença entre comodato e contrato de mútuo?

A diferença entre contrato de comodato e contrato de mútuo é que no comodato rural o empréstimo é de um bem que deve ser devolvido ao término do empréstimo e não pode ser substituído, por exemplo, uma fazenda.

Já no mútuo deve ser devolvido a mesma quantidade e qualidade do objeto consumível que consta no contrato, mas não precisa ser necessariamente o mesmo objeto, como, por exemplo dinheiro, sacas de café.

Assim, no comodato o bem não pode ser substituído, enquanto no mútuo pode fazer a substituição, desde que observadas a mesma qualidade e quantidade.

Ligue e agende sua consultoria com o Advogado Especialista em Direito Imobiliário.

Qual a diferença entre comodato e arrendamento?

A diferença primordial entre o contrato de comodato rural e o de arrendamento está presente no custo.

Certo é que no comodato rural não ocorre a exigência de pagamento de aluguel, tendo em vista que o proprietário cede sua terra.

Já no arrendamento será exigido que a pessoa que for alugar a terra, pague pelo seu uso.

Qual a importância de um advogado na elaboração de um contrato de comodato rural?

Um advogado é muito relevante no momento de elaboração do contrato de comodato rural, justamente para assegurar que as normas jurídicas estão sendo cumpridas, bem como para orientar as partes sobre os benefícios e riscos.

Além disso, o advogado especializado em contratos será o profissional adequado para elaborar cláusulas de acordo com as necessidades das partes e, dessa forma, mitigar problemas futuros e possíveis ações judiciais.

O escritório Galvão & Silva é referência na elaboração de contratos de comodato rural, tendo em vista possuir uma equipe muito qualificada.

Qual o segmento de um advogado especialista contrato de comodato rural?

Certo é que a atuação do profissional engloba diversas especialidades como Direito Civil, Direito Rural, Direito Contratual ou Direito Agrário.

O advogado especialista será o responsável por auxiliar você e assegurar que o contrato de comodato rural está em conformidade com as normas jurídicas.

Conclusão

Se você leu o artigo até aqui, provavelmente deve ter algum imóvel rural, terras, terrenos que talvez estejam parados e você busca dar uma função social por meio do contrato de comodato ou conhece alguém nessa situação.

Assim, esperamos que as informações contidas aqui sejam úteis para sanar suas dúvidas, todavia, não tenha receio e entre em contato com o nosso escritório, caso ainda queira alguma informação.

O escritório Galvão & Silva conta com os melhores profissionais. A nossa equipe de advogados especialistas em elaborar contratos de comodato rural está à sua disposição para a solução destes problemas, sempre com a intenção de assegurar seus direitos da melhor maneira possível. 

Nosso escritório esclarecerá todas as questões e dúvidas, além de auxiliar os clientes e estimular a serenidade entre as relações contratuais. Entre em contato conosco.









5/5 - (3 votes)
Autor
Galvão & Silva Advocacia

Artigo escrito por advogados especialistas do escritório Galvão & Silva Advocacia. Inscrita no CNPJ 22.889.244/0001-00 e Registro OAB/DF 2609/15. Conheça nossos autores.

Revisor
Daniel Ângelo Luiz Silva

Advogado especialista, formado pela pela Faculdade Processus em Brasília inscrito nos OAB DF sob o número 54.608, professor e escritor de diversos temas relacionado ao direito brasileiro.

Deixe um comentário ou Sugestão:

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Escritório bem avaliado Temos uma reputação global por fornecer serviços jurídicos excepcionais.
Posts relacionados

6 Dúvidas Comuns Sobre o Direito de...

Por Galvão & Silva Advocacia

03 maio 2024 ∙ 9 min de leitura

Transações Imobiliárias: Dicas Essenciais...

Por Galvão & Silva Advocacia

22 abr 2024 ∙ 8 min de leitura

Rescisão Contratual de Imóveis: 10...

Por Galvão & Silva Advocacia

19 abr 2024 ∙ 9 min de leitura

Posts recomendados

Advogado especialista em dívidas bancárias

Por Galvão & Silva Advocacia

28 dez 2020 ∙ 15 min de leitura

Homologação de sentença estrangeira

Por Galvão & Silva Advocacia

15 jun 2014 ∙ 41 min de leitura

Direito Administrativo

Por Galvão & Silva Advocacia

29 abr 2014 ∙ 28 min de leitura

Onde nos encontrar
Goiânia - GO
Av. Portugal, n°1148, Sala C 2501 - Edifício Órion Business & Health Complex, Setor Marista, Goiânia - GO CEP: 74.150-030
São Paulo - SP
Avenida Paulista, 1636 - Sala 1504 - Cerqueira César, São Paulo - SP CEP: 01.310-200
Belo Horizonte - BH
Rua Rio Grande do Norte, 1435, Sala 708 - Savassi, Belo Horizonte - MG CEP: 30130-138
Águas Claras - DF
Rua das Pitangueiras 02 Águas Claras Norte, Lote 11/12, Edifício Easy, Mezanino, Brasília - DF CEP: 71950-770
Fortaleza - CE
Rua Monsenhor Bruno, nº 1153, Sala 1423 - Scopa Platinum Corporate, Aldeota, Fortaleza - CE CEP: 60115-191
Florianópolis - SC
Av. Pref. Osmar Cunha, 416, Sala 1108 - Ed. Koerich Empresarial Rio Branco, Centro, Florianópolis - SC CEP: 88015-200
Natal - RN
Avenida Miguel Alcides de Araújo, 1920, Lote A, Capim Macio, Natal - RN CEP: 59078-270
Salvador - BA
Avenida Tancredo Neves, 2539, Sala 2609 - CEO Salvador Shopping Torre Londres, Caminho das Árvores, Salvador - BA CEP: 41820-021
Teresina - PI
Rua Thomas Edson, 2203 - Horto, Teresina - PI CEP: 64052-770
Curitiba - PR
Rua Bom Jesus, Nº 212, Sala 1904 - Juvevê - Curitiba - PR CEP: 80.035-010
João Pessoa - PB
Avenida Dom Pedro I, no 719, sala 104, Tambiá - João Pessoa - PB CEP: 58020-514

©2024 Galvão & Silva - Todos os Direitos Reservados. CNPJ 22.889.244/0001-00 | OAB/DF 2609/15

Entrar em contato pelo WhatsApp
✓ Válido

Olá, tudo bem? Clique aqui e agende uma consulta com o especialista.
Formulário de whatsapp
Ligar
Aguarde um momento enquanto geramos o seu protocolo de atendimento.