Renegociação de Juros Imobiliários em Casos de Crise Econômica

Renegociação de Juros Imobiliários em Casos de Crise Econômica ou Emergências Financeiras

19/03/2024

8 min de leitura

Atualizado em

renegociacao-de-juros-imobiliarios-em-casos-de-crise-economica

É sabido que a maioria das pessoas possui o desejo de ter uma casa própria e em razão disso recorrem aos contratos de financiamento imobiliários, para que ao longo de sua vida consigam quitar esse compromisso. Todavia, durante o percurso do pagamento, pode ocorrer a necessidade de renegociação de juros imobiliários em casos de crise econômica.

Contar com advogados especialistas em renegociação de juros imobiliários em casos de crise econômica, bem como Direito Bancário, Direito Contratual e Direito Imobiliário fará toda diferença para que você não seja vítima de taxas abusivas e consiga renegociar os juros imobiliários.

Nesse artigo, separamos as principais informações sobre renegociação de juros imobiliários em casos de crise econômica. Esperamos que ao final do presente conteúdo você saiba mais sobre a temática e consiga mitigar problemas relacionados com o assunto.

O que são os juros imobiliários presentes em contratos de financiamento?

Quando você faz um financiamento imobiliário é preciso saber estão inclusos os juros. Eles são representantes de um valor significativo do total do seu financiamento, podendo ser até muito maior que o valor da dívida, por isso, merecem uma atenção especial.

Ligue e agende a sua consultoria com o Advogado Especialista.

Saiba que geralmente são aplicadas duas modalidades de juros em financiamentos imobiliários: as taxas pré-fixadas (que são definidas no ato de fechamento do contrato e não sofre alteração durante todo o financiamento) e as taxas pós-fixadas (que são variáveis de acordo com o índice de referência escolhido, geralmente a mais utilizada é a taxa Selic).

O que são casos de crise econômica ou emergências financeiras?

Essas situações são referentes aos momentos em que um devedor enfrenta muitas dificuldades para honrar seus compromissos e permanecer adimplente perante o contrato firmado.

São várias as motivações que podem culminar nesse momento, dentre elas, podemos destacar que pode ocorrer quando a pessoa perde seu emprego e assim se vê sem renda e sem a capacidade de honrar com as parcelas do financiamento, tendo em vista que vai priorizar suas necessidades básicas primárias, como alimentação e saúde. Também pode acontecer com algum aumento de despesas súbito, por exemplo, quando algum familiar fica doente, quando alguém engravida e assim virá um bebê que demandará cuidados e aumentará as despesas da casa.

A dificuldade de cumprir as obrigações financeiras também pode decorrer de hipotecas, contas públicas, cartões de créditos, empréstimos, além de tudo isso, também é conveniente destacar que o estresse financeiro pode causar danos na saúde emocional do devedor, que em razão da preocupação excessiva pode ter dificuldades de alimentação, bem como apresentar quadros depressivos e de ansiedade. Por isso, investir em um planejamento financeiro é super importante para diversas áreas da sua vida. Além disso, contar com uma assessoria jurídica pode ser necessário para evitar prejuízos e aumentar despesas.

Precisando de um Advogado Especialista em sua causa?Somos o escritório certo para te atender.

Como lidar com emergências financeiras em financiamentos imobiliários?

Lidar com emergências financeiras é sempre um desafio, além dos fatores financeiros, também é capaz de atingir o emocional do inadimplente e causar depressão, angústia e ansiedade.

Saiba que imprevistos podem acontecer com qualquer pessoa e em qualquer momento, por isso, tente ver maneiras positivas e possíveis de sair dessa crise. Buscar a ajuda de uma assessoria jurídica especialista em renegociação de juros imobiliários em casos de crise econômica vai ser fundamental para entender melhor o seu momento financeiro e buscar soluções mais eficiências, evitando erros que podem piorar seu cenário e aumentar os problemas.

Como fazer a renegociação de juros imobiliários em casos de crise econômica?

Fazer a renegociação de juros imobiliários pode ser muito importante para que você saia da sua emergência financeira de uma maneira positiva.

Saiba que é possível fazer a renegociação de juros imobiliários em casos de crise econômica, para tanto, é imprescindível que você busque os serviços de um advogado especialista na área, bem como seja capacitado em Direito Civil, Direito Bancário, Direito Imobiliário, Direito Contratual, para que você tenha todo o suporte necessário para conseguir uma negociação com os juros que você consiga pagar.

Algumas formas de fazer a renegociação de juros imobiliários em casos de crise econômica é entrando em contato com a instituição financeira e pedir para que o banco apresente opções pra que você consiga honrar com o pagamento, nesse momento é importante contar com a ajuda de um advogado, para analisar individualmente suas condições.

Tenha ciência que o banco deve fornecer informações claras e precisas, você deve saber exatamente o que está pagando, bem como não pode oferecer propostas que obtenham vantagem excessiva que prejudique o consumidor.

Clique no botão e fale agora com o advogado especialista

Quais as vantagens da renegociação de juros imobiliários em casos de crise econômica?

Certo é que momentos de crise econômica podem surgir por diversos motivos, dentre eles: redução de renda; perda de emprego; instabilidade do mercado; crises municipais, estaduais, nacionais e até internacionais podem impactar o cenário financeiro de diversas pessoas.

Assim, renegociar seu financiamento imobiliário pode apresentar diversas vantagens em fazer uma renegociação de juros imobiliários em casos de crise econômica, pois com a redução de juros, ou diminuição no valor das parcelas, ainda que prolongue o valor do financiamento, você pode, naquele momento ter a oportunidade de conseguir honrar com o contrato e voltar a ter o equilíbrio financeiro, sem ficar inadimplente, o que poderia piorar muito o cenário.

Principais dificuldades para renegociação de juros imobiliários em casos de crise econômica.

Bom, apesar das vantagens, também podem aparecer dificuldades para concretizar a renegociação de juros imobiliários em casos de crise econômica, como, por exemplo, a inflexibilidade do banco em relação à renegociação do financiamento ou empréstimo, em razão de crises financeiras internas ou pressões por resultados internos.

Também é preciso que você esteja atento e apresentar toda documentação corretamente, falta de documentos pode atrasar o resultado positivo da renegociação, bem como aumentar prejuízos, por isso, busque uma assessoria jurídica eficiente para lhe fornecer essas orientações e ajudá-lo a ter maior êxito em sua demanda.

Ligue e agende a sua consultoria com o Advogado Especialista.

A demora na renegociação também pode ser uma dificuldade, bem como alguns custos imprevistos como taxas de cartórios, taxas administrativas, uma vez que o devedor está com dificuldade de honrar o contrato firmado, custos não previstos podem piorar ainda mais a situação e dificultar que uma renegociação seja efetivada.

Por fim, é necessário destacar algumas situações que podem dificultar muito a renegociação: ausência de informação adequada aos consumidores (situação que é, inclusive, contrária à legislação consumerista); instabilidades em todo o sistema de mercado financeiro; elevado nível de inadimplência.

Como um advogado pode ajudar a conseguir uma renegociação de juros imobiliários em casos de crise econômica?

Para superar as dificuldades e conseguir uma boa renegociação de juros imobiliários em casos de crise econômica, você vai precisar de um advogado extremamente eficiente e capacitado, assim, converse com ele e prepare toda a sua documentação para ter um bom conjunto probatório capaz de fundamentar a solicitação de alteração das taxas de juros.

Importante também destacar que o governo pode decretar medidas para facilitar a renegociação dos contratos de financiamento, por isso, pergunte ao seu advogado como estão as coisas nesse cenário e tente achar a melhor solução possível para seu caso.

Clique no botão e fale agora com o advogado especialista

O advogado também vai verificar se a instituição financeira está cumprimento totalmente as determinações das leis existentes no Brasil, caso algo esteja errado, você poderá ser orientado a entrar com uma ação judicial para revisão do seu contrato. Infelizmente, é muito comum que os bancos façam cláusulas abusivas para que seus clientes, leigos, assinem e assim fiquem atolados em taxas de juros, porém, com uma assessoria jurídica eficaz, você poderá ter mais êxito e conseguir a redução das taxas e melhores condições para quitar a sua dívida.

Conclusão

É importante destacar que a renegociação de juros imobiliários em casos de crise econômica é um processo que encara diversos desafios, mas, com a assessoria jurídica de um bom advogado, esse processo pode se tornar mais tranquilo, menos oneroso e mais exitoso.

É preciso ter em mente que é possível conseguir uma boa renegociação de juros imobiliários em casos de crise econômica, por isso a presença de um advogado especialista na renegociação de juros é muito necessária para mitigar prejuízos e demonstrar os melhores cenários para o seu caso concreto.

Contar com a ajuda de um advogado especializado no tema da sua demanda vai fazer muita diferença durante todo o seu processo. Isso acontece pois ele é o profissional adequado para cuidar da parte burocrática e permitir que você tenha assegurado todos os seus direitos.

Questões relacionadas com renegociação de juros imobiliários em casos de crise econômica, podem ser muito complexas e conter diversos detalhes, assim, o olhar perspicaz de um advogado altamente capacitado poderá ser o fator chave para obter mais sucesso em suas demandas. 

Precisando de um Advogado Especialista em sua causa?Somos o escritório certo para te atender.

Caso ainda tenha alguma dúvida sobre o tema ou outros assuntos, entre em contato conosco. Saiba que o nosso escritório, Galvão & Silva, valoriza atendimentos de excelência, proporcionando atendimento de qualidade técnica e humanizado. Nos preocupamos muito com a capacitação da nossa equipe e teremos enorme satisfação em poder auxiliar em suas demandas relacionadas com a renegociação de juros imobiliários em casos de crise econômica

5/5 - (1 vote)
Autor
Galvão & Silva Advocacia

Artigo escrito por advogados especialistas do escritório Galvão & Silva Advocacia. Inscrita no CNPJ 22.889.244/0001-00 e Registro OAB/DF 2609/15. Conheça nossos autores.

Revisor
Daniel Ângelo Luiz Silva

Advogado especialista, formado pela pela Faculdade Processus em Brasília inscrito nos OAB DF sob o número 54.608, professor e escritor de diversos temas relacionado ao direito brasileiro.

Deixe um comentário ou Sugestão:

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Escritório bem avaliado Temos uma reputação global por fornecer serviços jurídicos excepcionais.
Posts relacionados

6 Dúvidas Comuns Sobre o Direito de...

Por Galvão & Silva Advocacia

03 maio 2024 ∙ 9 min de leitura

Transações Imobiliárias: Dicas Essenciais...

Por Galvão & Silva Advocacia

22 abr 2024 ∙ 8 min de leitura

Rescisão Contratual de Imóveis: 10...

Por Galvão & Silva Advocacia

19 abr 2024 ∙ 9 min de leitura

Posts recomendados

Advogado especialista em dívidas bancárias

Por Galvão & Silva Advocacia

28 dez 2020 ∙ 15 min de leitura

Onde nos encontrar
Goiânia - GO
Av. Portugal, n°1148, Sala C 2501 - Edifício Órion Business & Health Complex, Setor Marista, Goiânia - GO CEP: 74.150-030
São Paulo - SP
Avenida Paulista, 1636 - Sala 1504 - Cerqueira César, São Paulo - SP CEP: 01.310-200
Belo Horizonte - BH
Rua Rio Grande do Norte, 1435, Sala 708 - Savassi, Belo Horizonte - MG CEP: 30130-138
Águas Claras - DF
Rua das Pitangueiras 02 Águas Claras Norte, Lote 11/12, Edifício Easy, Mezanino, Brasília - DF CEP: 71950-770
Fortaleza - CE
Rua Monsenhor Bruno, nº 1153, Sala 1423 - Scopa Platinum Corporate, Aldeota, Fortaleza - CE CEP: 60115-191
Florianópolis - SC
Av. Pref. Osmar Cunha, 416, Sala 1108 - Ed. Koerich Empresarial Rio Branco, Centro, Florianópolis - SC CEP: 88015-200
Natal - RN
Avenida Miguel Alcides de Araújo, 1920, Lote A, Capim Macio, Natal - RN CEP: 59078-270
Salvador - BA
Avenida Tancredo Neves, 2539, Sala 2609 - CEO Salvador Shopping Torre Londres, Caminho das Árvores, Salvador - BA CEP: 41820-021
Teresina - PI
Rua Thomas Edson, 2203 - Horto, Teresina - PI CEP: 64052-770
Curitiba - PR
Rua Bom Jesus, Nº 212, Sala 1904 - Juvevê - Curitiba - PR CEP: 80.035-010
João Pessoa - PB
Avenida Dom Pedro I, no 719, sala 104, Tambiá - João Pessoa - PB CEP: 58020-514

©2024 Galvão & Silva - Todos os Direitos Reservados. CNPJ 22.889.244/0001-00 | OAB/DF 2609/15

Entrar em contato pelo WhatsApp
✓ Válido

Olá, tudo bem? Clique aqui e agende uma consulta com o especialista.
Formulário de whatsapp
Ligar
Aguarde um momento enquanto geramos o seu protocolo de atendimento.