O que é Jurisdição Contenciosa: Entenda o Assunto ?

O que é Jurisdição Contenciosa: Entenda o Assunto ?

20/09/2023

6 min de leitura

Atualizado em

jurisdicao-contenciosa

A jurisdição é um conceito basilar do sistema jurídico, esse termo faz menção a uma função exercida pelo Estado por meio do Poder Judiciário. Ela representa a capacidade do Estado de aplicar o direito aos casos concretos, solucionando conflitos entre as partes para manter a ordem jurídica. Neste contexto, alguns dos aspectos importantes da jurisdição é a distinção entre jurisdição contenciosa e voluntária, bem como os seus princípios. 

Neste artigo, exploraremos o conceito de jurisdição contenciosa e suas características e princípios, bem como a diferença entre jurisdição contenciosa e voluntária, e responderemos algumas perguntas frequentes sobre o tema! Siga com a leitura, conheça mais sobre este assunto e amplie seus conhecimentos!

Quais são os tipos de jurisdição?

No âmbito do Poder Judiciário, existem dois principais tipos de jurisdição, são elas: a jurisdição contenciosa e a jurisdição voluntária

A jurisdição contenciosa envolve casos em que há disputa de interesses entre partes adversas, levando a um conflito que requer a intervenção do Poder Judiciário para solução

Por outro lado, a jurisdição voluntária refere-se a situações em que não há litígio entre as partes, mas a intervenção do Poder Judiciário é necessária para a prática de atos que exigem sua autorização ou homologação, ou seja, a sua atuação é uma validação do ato que está sendo praticado pelas partes. Isso pode incluir procedimentos relacionados a casamento e emancipação de menores, alteração de registro civil, dentre outros.

Ligue e agende a sua consultoria com o Advogado Especialista.

Qual a diferença entre jurisdição contenciosa e voluntária?

A diferença fundamental entre jurisdição contenciosa e voluntária reside na natureza dos casos que cada uma aborda e na forma como o Poder Judiciário atua em cada situação. 

Conforme mencionado anteriormente, enquanto a jurisdição contenciosa lida com litígios e disputas entre partes adversas, a jurisdição voluntária envolve situações em que as partes não têm interesses conflitantes, mas precisam da intervenção do Poder Judiciário para procedimentos específicos.

Quem exerce a jurisdição voluntária?

A jurisdição voluntária é uma função exercida pelo juiz, representando o Estado, para solucionar questões em que não há conflito entre as partes envolvidas e em que existe um interesse mútuo em buscar a intervenção judicial para a realização de determinados atos legais

Diferentemente da jurisdição contenciosa, em que há disputa e litígio entre partes adversas, a jurisdição voluntária é utilizada quando não existe oposição de interesses e quando a intervenção do Poder Judiciário é necessária para conferir validade e segurança jurídica a certos atos.

Nesse contexto, o juiz atua como um facilitador, auxiliando as partes na formalização de atos que exigem o respaldo judicial, como casamentos consensuais, emancipação de menores, alterações em registros civis, entre outros. 

Assim sendo, a jurisdição voluntária é parte importante para simplificação e agilização de procedimentos legais que não envolvem disputa, contribuindo para a eficiência do sistema judiciário.

Precisando de um Advogado Especialista em sua causa?Somos o escritório certo para te atender.

Qual a diferença entre jurisdição e competência?

A resposta a esta pergunta não é tão simples, pois ambos os conceitos fazem referências a aspectos distintos no cenário jurídico. A jurisdição se refere ao poder do Estado de julgar e resolver litígios por meio do Poder Judiciário, enquanto a competência diz respeito à delimitação de quais órgãos judiciais têm a autoridade para julgar casos específicos

Desta forma, o significado da palavra “competência” no contexto jurídico e totalmente diferente do significado genérico ou do senso comum, que faz menção às habilidades ou atributos profissionais, por exemplo. 

Em contrapartida, no contexto jurídico a competência estabelece quais tribunais ou juízes são responsáveis por determinadas matérias ou regiões geográficas. Assim, a jurisdição é o poder de julgar, enquanto a competência define quem deve julgar, conforme a matéria a ser julgada, por exemplo, uma demanda em que as partes possuem a relação de empregado e empregador e a controvérsia se dá em virtude da relação de trabalho entre ambos, será de competência da Justiça do Trabalho o julgamento.

Quais são os princípios fundamentais da jurisdição?

A jurisdição é regida por princípios fundamentais que garantem sua eficácia e legitimidade, além de garantir o exercício dos Direitos Fundamentais. Confira agora alguns desses princípios:

  • Inafastabilidade da jurisdição: de acordo com a Constituição Brasileira, nenhuma lesão ou ameaça a direito pode ficar sem apreciação judicial, garantindo o acesso à justiça;
  • Competência: a jurisdição é exercida por diferentes órgãos judiciais, cada um com competência específica para julgar determinados tipos de casos concretos;
  • Imparcialidade: os magistrados devem decidir com base na lei e nas provas apresentadas, sem influências externas que afetem sua imparcialidade;
  • Caráter definitivo: as decisões judiciais têm autoridade para encerrar o litígio, por meio de uma sentença ou decisão judicial transitada em julgado;
  • Devido processo legal: garante que as partes tenham a oportunidade de ser ouvidas e apresentar suas argumentações antes que uma decisão seja proferida, assegurando a justiça e o direito à ampla defesa;
Clique no botão e fale agora com o advogado especialista

O que é coisa julgada material?

A coisa julgada material é um conceito jurídico que se refere à qualidade de uma decisão judicial que não pode mais ser contestada ou modificada, tornando-se definitiva.

Assim, uma vez que uma sentença ou decisão judicial transita em julgado, ela adquire a autoridade de coisa julgada material, e as partes envolvidas devem cumpri-la integralmente. Essa é a forma que o Poder Judiciário tem para garantir a estabilidade das decisões judiciais e a segurança jurídica.

Conclusão

O conceito de jurisdição contenciosa está presente resolução de litígios entre partes adversas, garantindo o acesso à justiça e a aplicação imparcial da lei e faz parte do sistema jurídico brasileiro, o qual é guiado por princípios que asseguram a justiça e a equidade nas decisões judiciais, bem como o exercício dos Direitos Fundamentais por parte do cidadão, sobretudo no que diz respeito ao acesso ao Poder Judiciário ou inafastabilidade da jurisdição, conforme explicado neste artigo. 

Além disso, a compreensão das diferenças entre jurisdição contenciosa e voluntária, bem como entre jurisdição e competência, é essencial para se ter uma visão ampla e completa desse conceito jurídico. Por fim, a noção de coisa julgada material destaca a importância da finalidade e da irrevogabilidade das decisões judiciais no sistema legal brasileiro e da segurança jurídica.

Agora que você conheceu mais sobre o conceito de jurisdição contenciosa, bem como os conceitos adjacentes que são necessários para sua compreensão, tenha em mente que consultar um advogado especializado na área da sua demanda é essencial para garantir bons resultados e segurança jurídica. 

Precisando de um Advogado Especialista em sua causa?Somos o escritório certo para te atender.

Se você precisa de assistência jurídica em qualquer assunto, o escritório Galvão & Silva conta com advogados especializados em diversas áreas do Direito, com formação sólida, que estão sempre prontos a auxiliar em suas demandas jurídicas. Entre em contato conosco e receba um atendimento eficiente!

4.7/5 - (3 votes)
Autor
Galvão & Silva Advocacia

Artigo escrito por advogados especialistas do escritório Galvão & Silva Advocacia. Inscrita no CNPJ 22.889.244/0001-00 e Registro OAB/DF 2609/15. Conheça nossos autores.

Revisor
Daniel Ângelo Luiz Silva

Advogado especialista, formado pela pela Faculdade Processus em Brasília inscrito nos OAB DF sob o número 54.608, professor e escritor de diversos temas relacionado ao direito brasileiro.

Deixe um comentário ou Sugestão:

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Escritório bem avaliado Temos uma reputação global por fornecer serviços jurídicos excepcionais.
Posts relacionados

(Re)valoração da Prova como Critério de...

Por Galvão & Silva Advocacia

07 maio 2024 ∙ 8 min de leitura

Descumprimento de Ordem Judicial:...

Por Galvão & Silva Advocacia

06 maio 2024 ∙ 11 min de leitura

Processo Suspenso ou Sobrestado por Decisão...

Por Galvão & Silva Advocacia

11 jan 2024 ∙ 9 min de leitura

Posts recomendados

Advogado especialista em dívidas bancárias

Por Galvão & Silva Advocacia

28 dez 2020 ∙ 15 min de leitura

Onde nos encontrar
Goiânia - GO
Av. Portugal, n°1148, Sala C 2501 - Edifício Órion Business & Health Complex, Setor Marista, Goiânia - GO CEP: 74.150-030
São Paulo - SP
Avenida Paulista, 1636 - Sala 1504 - Cerqueira César, São Paulo - SP CEP: 01.310-200
Belo Horizonte - BH
Rua Rio Grande do Norte, 1435, Sala 708 - Savassi, Belo Horizonte - MG CEP: 30130-138
Águas Claras - DF
Rua das Pitangueiras 02 Águas Claras Norte, Lote 11/12, Edifício Easy, Mezanino, Brasília - DF CEP: 71950-770
Fortaleza - CE
Rua Monsenhor Bruno, nº 1153, Sala 1423 - Scopa Platinum Corporate, Aldeota, Fortaleza - CE CEP: 60115-191
Florianópolis - SC
Av. Pref. Osmar Cunha, 416, Sala 1108 - Ed. Koerich Empresarial Rio Branco, Centro, Florianópolis - SC CEP: 88015-200
Natal - RN
Avenida Miguel Alcides de Araújo, 1920, Lote A, Capim Macio, Natal - RN CEP: 59078-270
Salvador - BA
Avenida Tancredo Neves, 2539, Sala 2609 - CEO Salvador Shopping Torre Londres, Caminho das Árvores, Salvador - BA CEP: 41820-021
Teresina - PI
Rua Thomas Edson, 2203 - Horto, Teresina - PI CEP: 64052-770
Curitiba - PR
Rua Bom Jesus, Nº 212, Sala 1904 - Juvevê - Curitiba - PR CEP: 80.035-010
João Pessoa - PB
Avenida Dom Pedro I, no 719, sala 104, Tambiá - João Pessoa - PB CEP: 58020-514

©2024 Galvão & Silva - Todos os Direitos Reservados. CNPJ 22.889.244/0001-00 | OAB/DF 2609/15

Entrar em contato pelo WhatsApp
✓ Válido

Olá, tudo bem? Clique aqui e agende uma consulta com o especialista.
Formulário de whatsapp
Ligar
Aguarde um momento enquanto geramos o seu protocolo de atendimento.