Ação Judicial contra reajustes abusivos de Planos de Saúde Ação Judicial contra reajustes abusivos de Planos de Saúde

Ação Judicial contra reajustes abusivos de Planos de Saúde

Converse com um advogado

Preencha o formulário abaixo e receba nosso contato personalizado:

Por Galvão & Silva Advocacia

0 Comentários

2 min de leitura

Ação Judicial contra reajustes abusivos de Planos de Saúde

As operadoras de planos de saúde são empresas que realizam se dispõe a arcar com determinados custos com médicos, tratamento e diversos outros procedimentos em troca de uma contraprestação mensal por parte do contratante.

O cidadão que assina um contrato com a operadora e paga mensalmente um valor para que caso haja alguma necessidade médica esteja acobertado pelo seguro saúde contratado.

Ocorre que anualmente há um reajuste nos valores pagos, e muitas vezes os valores praticados são extremamente abusivos, nesse tipo de situação o beneficiário deve procurar um escritório de advocacia, uma vez que um advogado especialista em saúde suplementar poderá avaliar se há abusividade o índice de reajuste aplicado ou não.

Ligue agora e agende uma reunião.

Caso seja constatado a existente de reajuste abusivo, é possível ajuizar uma ação judicial com pedido liminar para que os índices praticados sejam reduzidos em muitos casos é possível obter uma redução de até 50% dos valores pagos ao longo dos anos.

A Agência Nacional de Saúde Suplementar – ANS é a entidade responsável por regular os reajustes a serem aplicados pelos planos de saúde. Quando da aplicação do reajuste os índices aplicados levam consideração diversos fatores, tais como:

  • Data de contratação do plano;
  • Tipo de cobertura (médico-hospitalar ou exclusivamente odontológica);
  • Tipo de contratação (planos individuais ou coletivos); e
  • Tamanho da carteira.

Para os planos de saúde individuais antigos (aqueles contratados antes de 01/01/1999), o advogado na maioria dos casos consegue por meio de ação judicial com pedido de liminar reduzir índices além do permitido pela ANS.

Nesses casos de contratos antigos é comum não haver previsão contratual de índice de reajuste, de modo que a operadora de plano de saúde não pode aplicar reajuste superior ao estipulado pela ANS. Trata-se de uma grande proteção para o beneficiário, porém diversos planos de saúde ignoram essa regra e aplicam índices exorbitantes.

Um escritório de advocacia com advogados especialistas em Direito Médico e com experiência com Planos de Saúde, irá conseguir fazer uma análise quando a existência de abusividade nos índices aplicados. Caso seja constatada índices aplicados maiores que o permitido pela ANS, será possível propor uma ação judicial com pedido liminar. O pedido liminar permitirá ser possível obter uma decisão em até 2 semanas reduzindo significativamente o valor pago mensal.

Além do mais, na ação judicial é possível requerer o que foi pago a maior nos últimos 3 anos contados da data do ajuizamento do processo. Assim, deve o beneficiário ficar atento para os índices de reajuste que vêm sendo aplicados para que não seja enganado pelas operadoras de planos de saúde.

O advogado especialista em saúde suplementar é um único profissional capaz de ajudar e analisar com as devidas cautelas se você está pagando a maior ou não. O beneficiário que não ficar a atento pode estar pagando o dobro do que deveria, portanto, procure um advogado especialista em saúde suplementar e pare de ser enganando pelas operadoras de planos de saúde.

Entre em contato conosco e agende sua consultoria. Somos especializados em causas de erro médico em Brasília.

5/5 - (2 votes)

___________________________

Artigo escrito por advogados especialistas do escritório Galvão & Silva Advocacia. Inscrita no CNPJ 22.889.244/0001-00 e Registro OAB/DF 2609/15.
Conheça nossos autores.


Atualizado em 15 de agosto de 2023

Deixe um comentário ou Sugestão:

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Escritório bem avaliado Temos uma reputação global por fornecer serviços jurídicos excepcionais.

Posts relacionados

Urgência e Emergência: Na Negativa de Plano...

Por Galvão & Silva Advocacia

25 abr 2024 ∙ 8 min de leitura

Auxílio-doença: O que Você Precisa Saber...

Por Galvão & Silva Advocacia

22 abr 2024 ∙ 8 min de leitura

Erro Hospitalar e Erro Médico: Entendendo as...

Por Galvão & Silva Advocacia

17 abr 2024 ∙ 6 min de leitura

Posts recomendados

Advogado especialista em dívidas bancárias

Por Galvão & Silva Advocacia

28 dez 2020 ∙ 14 min de leitura

Homologação de sentença estrangeira

Por Galvão & Silva Advocacia

15 jun 2014 ∙ 41 min de leitura

Direito Administrativo

Por Galvão & Silva Advocacia

29 abr 2014 ∙ 28 min de leitura

Onde nos encontrar
Goiânia - GO
Av. Portugal, n°1148, Sala C 2501 - Edifício Órion Business & Health Complex, Setor Marista, Goiânia - GO CEP: 74.150-030
São Paulo - SP
Avenida Paulista, 1636 - Sala 1504 - Cerqueira César, São Paulo - SP CEP: 01.310-200
Belo Horizonte - BH
Rua Rio Grande do Norte, 1435, Sala 708 - Savassi, Belo Horizonte - MG CEP: 30130-138
Águas Claras - DF
Rua das Pitangueiras 02 Águas Claras Norte, Lote 11/12, Edifício Easy, Mezanino, Brasília - DF CEP: 71950-770
Fortaleza - CE
Rua Monsenhor Bruno, nº 1153, Sala 1423 - Scopa Platinum Corporate, Aldeota, Fortaleza - CE CEP: 60115-191
Florianópolis - SC
Av. Pref. Osmar Cunha, 416, Sala 1108 - Ed. Koerich Empresarial Rio Branco, Centro, Florianópolis - SC CEP: 88015-200
Natal - RN
Avenida Miguel Alcides de Araújo, 1920, Lote A, Capim Macio, Natal - RN CEP: 59078-270
Salvador - BA
Avenida Tancredo Neves, 2539, Sala 2609 - CEO Salvador Shopping Torre Londres, Caminho das Árvores, Salvador - BA CEP: 41820-021
Teresina - PI
Rua Thomas Edson, 2203 - Horto, Teresina - PI CEP: 64052-770
Curitiba - PR
Rua Bom Jesus, Nº 212, Sala 1904 - Juvevê - Curitiba - PR CEP: 80.035-010
João Pessoa - PB
Avenida Dom Pedro I, no 719, sala 104, Tambiá - João Pessoa - PB CEP: 58020-514

©2024 Galvão & Silva - Todos os Direitos Reservados. CNPJ 22.889.244/0001-00 | OAB/DF 2609/15

Entrar em contato pelo WhatsApp
✓ Válido

Olá, tudo bem? Clique aqui e agende uma consulta com o especialista.
Formulário de whatsapp
Ligar
Aguarde um momento enquanto geramos o seu protocolo de atendimento.