Balanço Patrimonial e Demonstração de Resultados

Qual a Diferença Entre Balanço Patrimonial e Demonstração de Resultados ?

03/09/2023

7 min de leitura

Atualizado em

balanco-patrimonial-e-demonstracao-de-resultados

Você sabe qual a diferença entre balanço patrimonial e demonstração de resultados? A avaliação financeira de uma empresa é uma tarefa complexa, exigindo uma análise detalhada de diversos relatórios e demonstrações contábeis. Neste cenário, dois dos principais instrumentos nesse processo são o Balanço Patrimonial e a Demonstração de Resultados do Exercício (DRE)

Assim sendo, embora frequentemente confundidos, esses relatórios servem a propósitos distintos, oferecendo insights relevantes sobre a saúde financeira e o desempenho operacional de uma organização. Neste artigo abordaremos a diferença entre balanço patrimonial e demonstração de resultados e outros detalhes importantes sobre o tema. Acompanhe!

O que é DRE?

A Demonstração de Resultados do Exercício, conhecida como DRE, é um relatório contábil essencial que apresenta o desempenho financeiro de uma empresa durante um período específico, geralmente um trimestre ou um ano fiscal. Assim, a DRE fornece uma visão detalhada das receitas, custos, despesas e lucro líquido que foram gerados pelas atividades operacionais e não operacionais da empresa.

Através da DRE, é possível entender como a empresa gerou receitas, quais foram os custos e despesas associados à produção ou prestação de serviços, e finalmente, qual foi o resultado líquido, ou seja, o lucro ou prejuízo obtido no período.

Neste contexto, a DRE é uma ferramenta valiosa para a análise financeira e tomada de decisões estratégicas, pois ela ajuda os gestores a avaliar a eficiência operacional da empresa, identificar áreas de maior rentabilidade e compreender a relação entre as receitas e os custos. 

Além disso, a DRE auxilia investidores, credores e stakeholders a avaliar a saúde financeira da empresa e sua capacidade de gerar lucro ao longo do tempo. Por todos esses motivos, a Demonstração de Resultados do Exercício é um instrumento fundamental para a compreensão do desempenho financeiro de uma empresa, permitindo uma análise detalhada das suas atividades operacionais e a determinação do resultado líquido alcançado em um determinado período.

Ligue e agende a sua consultoria com o Advogado Especialista.

O que é Balanço Patrimonial?

O Balanço Patrimonial é um relatório contábil fundamental que oferece uma visão detalhada da situação financeira de uma empresa em um determinado momento, geralmente no final de um período contábil, como um trimestre ou um ano fiscal. Ele é composto por três categorias principais: Ativo, Passivo e Patrimônio Líquido.

O relatório de ativos lista todos os bens e direitos da empresa, incluindo itens como caixa, contas a receber, estoques e ativos fixos, como propriedades e equipamentos. Lembrando que ativo representa os recursos controlados pela empresa que têm o potencial de gerar benefícios econômicos no futuro.

O relatório de passivos é onde são registradas todas as obrigações financeiras da empresa, como empréstimos, contas a pagar e dívidas. Lembrando que o passivo representa as fontes de financiamento utilizadas pela empresa para adquirir seus ativos e realizar suas operações.

O Patrimônio Líquido, por sua vez, é a diferença entre o ativo e o passivo e reflete o valor residual dos ativos após a liquidação das obrigações e inclui as contribuições dos proprietários, as reservas de lucros acumulados ao longo do tempo e eventuais prejuízos acumulados.

Podemos dizer que o Balanço Patrimonial é um retrato instantâneo da posição financeira de uma empresa, apresentando seus ativos, passivos e patrimônio líquido em um momento específico, e é uma ferramenta crítica para avaliar a situação financeira e tomar decisões estratégicas.

Quem vem primeiro: DRE ou Balanço Patrimonial?

Analisando a relação entre o DRE e o Balanço Patrimonial, surge a dúvida sobre qual deles deve ser elaborado primeiro. Na realidade, a ordem importa menos do que a maneira como eles se interligam. Isso porque o DRE, que relata o desempenho financeiro em um determinado período, influencia diretamente os resultados apresentados no Balanço Patrimonial, uma vez que o lucro líquido obtido no DRE afeta o Patrimônio Líquido no Balanço. Portanto, embora a elaboração possa ocorrer paralelamente, a coesão entre as informações é essencial.

Precisando de um Advogado Especialista em sua causa?Somos o escritório certo para te atender.

Como relacionar DRE e Balanço Patrimonial?

A relação entre ambos advém do fato de o DRE evidenciar se a empresa obteve lucro ou prejuízo em um período específico, considerando receitas e despesas. Esses valores, por sua vez, impactam diretamente o Balanço Patrimonial, onde o lucro líquido se reflete no Patrimônio Líquido. Além disso, as receitas geram ativos, enquanto as despesas e distribuições de lucro afetam o patrimônio líquido e passivo. Portanto, os dois relatórios devem ser consistentes e compatíveis para fornecer uma visão holística da situação financeira.

Qual a finalidade do Balanço Patrimonial e DRE?

A finalidade do Balanço Patrimonial é oferecer uma representação instantânea da posição financeira de uma empresa, revelando seus ativos, passivos e patrimônio líquido em um ponto específico no tempo. Por outro lado, o DRE foca no desempenho financeiro, relatando receitas, custos e despesas ao longo de um período, resultando no lucro ou prejuízo líquido. Assim, enquanto o Balanço Patrimonial serve para entender a estrutura de capital e a posição de liquidez da empresa, o DRE fornece insights sobre sua rentabilidade operacional e eficiência na gestão de custos.

Onde se registra o Balanço Patrimonial?

O Balanço Patrimonial é um dos relatórios contábeis mais relevantes para a administração de uma empresa e deve ser registrado nas demonstrações contábeis anuais, pois ele apresenta um panorama dos ativos, passivos e patrimônio líquido da empresa, fornecendo informações essenciais para avaliar sua saúde financeira e tomar decisões estratégicas. Através dessa demonstração, é possível identificar a composição do patrimônio da empresa, bem como sua capacidade de pagamento de obrigações.

Qual a Lei que rege o Balanço Patrimonial?

No Brasil, a elaboração e divulgação do Balanço Patrimonial e de outras demonstrações financeiras seguem as normas internacionais de contabilidade, especificamente as Normas Internacionais de Relato Financeiro (IFRS, na sigla em inglês). 

No âmbito legal, a Lei 11.638/07 e a Lei 11.941/09 introduziram alterações significativas na legislação contábil brasileira, alinhando-a aos padrões internacionais. Essas leis estabelecem diretrizes sobre a elaboração, apresentação e divulgação das demonstrações financeiras, incluindo o Balanço Patrimonial, visando à transparência e à comparabilidade das informações financeiras das empresas.

Clique no botão e fale agora com o advogado especialista

Onde fica o lucro no Balanço Patrimonial?

No Balanço Patrimonial, o lucro é refletido na seção do Patrimônio Líquido. Isso significa que o Patrimônio Líquido é uma das três principais categorias do Balanço Patrimonial, junto ao ativo e o passivo. Ele representa a diferença entre os ativos e os passivos da empresa, ou seja, o valor residual que pertence aos acionistas após o pagamento de todas as obrigações.

Dentro do Patrimônio Líquido, o lucro é a parcela acumulada dos ganhos que a empresa obteve ao longo do tempo. O lucro líquido resultante da Demonstração de Resultados do Exercício (DRE) é adicionado ao Patrimônio Líquido. Isso acontece porque o lucro líquido representa os ganhos da empresa após dedução de todas as despesas, impostos e outras obrigações.

Além do lucro líquido, o Patrimônio Líquido também inclui outras informações, como as contribuições dos proprietários (capital social), reservas de lucros e prejuízos acumulados ao longo dos anos. Esses componentes, somados ao lucro líquido, refletem o valor total que os acionistas têm investido na empresa.

Portanto, o Balanço Patrimonial não apenas reflete a posição financeira da empresa em um determinado momento, mas também incorpora informações sobre os resultados financeiros passados, presentes e as expectativas para o futuro por meio das diferentes categorias dentro do Patrimônio Líquido.

Conclusão

Diante da complexidade das demonstrações contábeis, como o Balanço Patrimonial e a Demonstração de Resultados, é de extrema importância contar com orientações especializadas para garantir a interpretação correta e o cumprimento das normas. Por esse motivo, consultar um escritório de advocacia com especialistas em Direito Empresarial como o Galvão & Silva, oferece a oportunidade de esclarecer dúvidas e receber aconselhamento preciso sobre as implicações legais e financeiras das informações contábeis da sua empresa.

Precisando de um Advogado Especialista em sua causa?Somos o escritório certo para te atender.

Nossos advogados são profissionais altamente qualificados e podem auxiliar na tomada de decisões informadas e estratégicas, garantindo o alinhamento às melhores práticas contábeis e às legislações pertinentes. Entre em contato conosco e fique à vontade para tirar todas as suas dúvidas!

5/5 - (1 vote)
Autor
Galvão & Silva Advocacia

Artigo escrito por advogados especialistas do escritório Galvão & Silva Advocacia. Inscrita no CNPJ 22.889.244/0001-00 e Registro OAB/DF 2609/15. Conheça nossos autores.

Revisor
Daniel Ângelo Luiz Silva

Advogado especialista, formado pela pela Faculdade Processus em Brasília inscrito nos OAB DF sob o número 54.608, professor e escritor de diversos temas relacionado ao direito brasileiro.

Deixe um comentário ou Sugestão:

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Escritório bem avaliado Temos uma reputação global por fornecer serviços jurídicos excepcionais.
Posts relacionados

Responsabilidade Social Empresarial e Ética:...

Por Galvão & Silva Advocacia

25 abr 2024 ∙ 7 min de leitura

Assessoria Jurídica em Contratos Comerciais:...

Por Galvão & Silva Advocacia

18 abr 2024 ∙ 8 min de leitura

Como o Direito Empresarial e Planejamento...

Por Galvão & Silva Advocacia

27 mar 2024 ∙ 8 min de leitura

Posts recomendados

Advogado especialista em dívidas bancárias

Por Galvão & Silva Advocacia

28 dez 2020 ∙ 15 min de leitura

Onde nos encontrar
Goiânia - GO
Av. Portugal, n°1148, Sala C 2501 - Edifício Órion Business & Health Complex, Setor Marista, Goiânia - GO CEP: 74.150-030
São Paulo - SP
Avenida Paulista, 1636 - Sala 1504 - Cerqueira César, São Paulo - SP CEP: 01.310-200
Belo Horizonte - BH
Rua Rio Grande do Norte, 1435, Sala 708 - Savassi, Belo Horizonte - MG CEP: 30130-138
Águas Claras - DF
Rua das Pitangueiras 02 Águas Claras Norte, Lote 11/12, Edifício Easy, Mezanino, Brasília - DF CEP: 71950-770
Fortaleza - CE
Rua Monsenhor Bruno, nº 1153, Sala 1423 - Scopa Platinum Corporate, Aldeota, Fortaleza - CE CEP: 60115-191
Florianópolis - SC
Av. Pref. Osmar Cunha, 416, Sala 1108 - Ed. Koerich Empresarial Rio Branco, Centro, Florianópolis - SC CEP: 88015-200
Natal - RN
Avenida Miguel Alcides de Araújo, 1920, Lote A, Capim Macio, Natal - RN CEP: 59078-270
Salvador - BA
Avenida Tancredo Neves, 2539, Sala 2609 - CEO Salvador Shopping Torre Londres, Caminho das Árvores, Salvador - BA CEP: 41820-021
Teresina - PI
Rua Thomas Edson, 2203 - Horto, Teresina - PI CEP: 64052-770
Curitiba - PR
Rua Bom Jesus, Nº 212, Sala 1904 - Juvevê - Curitiba - PR CEP: 80.035-010
João Pessoa - PB
Avenida Dom Pedro I, no 719, sala 104, Tambiá - João Pessoa - PB CEP: 58020-514

©2024 Galvão & Silva - Todos os Direitos Reservados. CNPJ 22.889.244/0001-00 | OAB/DF 2609/15

Entrar em contato pelo WhatsApp
✓ Válido

Olá, tudo bem? Clique aqui e agende uma consulta com o especialista.
Formulário de whatsapp
Ligar
Aguarde um momento enquanto geramos o seu protocolo de atendimento.