Entenda agora o que é GDPR - Galvão & Silva Escritório de Advocacia Entenda agora o que é GDPR - Galvão & Silva Escritório de Advocacia

Entenda agora o que é GDPR

Por Galvão & Silva Advocacia

0 Comentários

4 min de leitura

O que é GDPR? Entenda este regulamento

O Regulamento Geral de Proteção de Dados da União Europeia (GDPR) é a norma elaborado para regulamentar a proteção de dados na União Europeia. Cada vez mais comentado, o GDPR foi criado para proteger melhor e regulamentar o uso de dados sensíveis de quem está cadastrado em serviços digitais, os quais possuem acesso a uma enorme quantidade de informações.

No Brasil, o GDPR influenciou na criação da Lei Geral de Proteção de Dados (LGPD). Entender como o GDPR funciona é, portanto, interessante para compreender as diretrizes da LGDP.

Com o objetivo de esclarecer os principais questionamentos sobre a GDPR, os advogados Galvão & Silva especialistas em Direito Empresarial e Direito Digital elaboraram o presente artigo. Confira!

Fale com um advogado especialista.

O que é GDPR?

GDPR é a sigla de General Data Protection Regulation, Regulamento Geral de Proteção de Dados. É o conjunto de diretrizes aprovadas no âmbito da União Europeia para determinar o que é permitido em relação à coleta, armazenamento, manipulação e usos dos dados de usuários de serviços e produtos, sejam eles de natureza digital ou não.

Bancos de dados, listas de e-mails, cadastros em lojas e, até mesmo, pesquisas particulares deverão obedecer às novas diretrizes que prezam pela transparência, pelo uso adequado e pela redução da abusividade sobre os dados.

A importância da regulamentação de dados sensíveis

Até algumas décadas atrás, a maneira como as informações podiam ser manipuladas eram muito mais restritas que nos tempos atuais. Um banco de cadastros de uma grande empresa, por exemplo, era mantido em fichas físicas e era utilizado individualmente, para fins diretos.

Os avanços tecnológicos permitiram uma maior interatividade e capacidade de uso de dados pessoais, como uma comunicação mais acessível e a capacidade de analisar, de forma mais abrangente, o comportamento dos consumidores.

Isso fez com que os dados ganhassem valor rapidamente, em um cenário em que, até então, seu uso era pouco regulamentado. Iniciativas como o GDPR buscam proteger os usos desses dados contra comportamentos abusivos ou nocivos para os usuários dentro dessa nova configuração informacional.

Ligue agora e agende uma reunião.

Quais são as diretrizes do GDPR?

O GDPR é dividido em três eixos centrais a serem aplicados em todas as empresas que lidam com dados na União Europeia: governança de dados, gestão de dados e transparência de dados.

No âmbito da governança, é necessário notificar falhas, declarar corretamente como os dados serão utilizados e manter sob controle as integrações com outras empresas.

Na gestão, é necessário disponibilizar os registros e a possibilidade de exclusão dos dados de quem assim preferir, bem como será obrigatório comprometer-se com a correta administração desses dados para evitar problemas de segurança.

A transparência, por sua vez, é o pilar que garante que apenas haverá a coleta de dados com o consentimento e a total abertura em relação aos seus usos e a suas políticas de privacidade.

Há multas para quem não seguir as diretrizes?

As multas estabelecidas pelo Regulamento Geral de Proteção de Dados da União Europeia serão de 2% sobre o faturamento anual das empresas que não cumprirem as determinações ou de 4% para aquelas que forem diretamente contra essas determinações, até o limite máximo de 20 milhões de euros.

Vale considerar que essa multa ocorre sobre o faturamento global da empresa, e não apenas sobre o seu faturamento no país em que cometeu a irregularidade. Empresas de outros continentes que atuem na Europa estarão sujeitas às mesmas regras, mesmo que tenham sede apenas em outros locais.

Quais são os efeitos jurídicos do GDPR?

O GDPR muda significativamente a maneira como os dados são tratados, sendo possível dividir esses efeitos em duas categorias: os efeitos para os usuários, que se beneficiam do regulamento, e para as empresas, que devem se adaptar a ele.

Efeitos para os usuários

Para os usuários, o efeito jurídico do GDPR é a segurança e o respaldo para manter seus dados sob controle ou exigir reparações legais em caso de abusos. Nesse novo cenário, dados solicitados e não entregues, tentativas de exclusão de algum serviço que não tenha êxito ou situações semelhantes estarão legalmente amparadas para uma busca por indenização e solução judicial.

Efeitos para as empresas

Para as empresas, há a necessidade de adequação à lei europeia. Acompanhando a questão, há o desenvolvimento de uma maior segurança jurídica em relação às atividades realizadas com a coleta de dados sensíveis e de suas consequências. As cobranças judiciais de usuários em relação aos dados passarão a ser uniformizadas pela regulamentação, tornando mais viável uma política clara de redução de conflitos.

Conclusão

O GDPR, bem como sua equivalente no Brasil, a LGPD, são de grande valia para impedir abusos no que se refere ao uso de dados pessoais. Esse tipo de regulamentação beneficia consumidor e empresa, que passam a saber mais claramente quais são seus direitos e deveres dentro desse contexto ainda tão novo.

Ficou alguma dúvida? Precisa do serviço de um advogado especialista? Entre em contato com nosso escritório de advocacia!

5/5 - (3 votes)

___________________________

Artigo escrito por advogados especialistas do escritório Galvão & Silva Advocacia. Inscrita no CNPJ 22.889.244/0001-00 e Registro OAB/DF 2609/15.
Conheça nossos autores.


Atualizado em 17 de agosto de 2023

Deixe um comentário ou Sugestão:

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Escritório bem avaliado Temos uma reputação global por fornecer serviços jurídicos excepcionais.

Posts relacionados

Responsabilidade Social Empresarial e Ética:...

Por Galvão & Silva Advocacia

25 abr 2024 ∙ 7 min de leitura

Como o Direito Empresarial e Planejamento...

Por Galvão & Silva Advocacia

27 mar 2024 ∙ 8 min de leitura

Escritório de Advocacia Especialista em...

Por Galvão & Silva Advocacia

25 mar 2024 ∙ 13 min de leitura

Posts recomendados

Advogado especialista em dívidas bancárias

Por Galvão & Silva Advocacia

28 dez 2020 ∙ 14 min de leitura

Homologação de sentença estrangeira

Por Galvão & Silva Advocacia

15 jun 2014 ∙ 41 min de leitura

Direito Administrativo

Por Galvão & Silva Advocacia

29 abr 2014 ∙ 28 min de leitura

Onde nos encontrar
Goiânia - GO
Av. Portugal, n°1148, Sala C 2501 - Edifício Órion Business & Health Complex, Setor Marista, Goiânia - GO CEP: 74.150-030
São Paulo - SP
Avenida Paulista, 1636 - Sala 1504 - Cerqueira César, São Paulo - SP CEP: 01.310-200
Belo Horizonte - BH
Rua Rio Grande do Norte, 1435, Sala 708 - Savassi, Belo Horizonte - MG CEP: 30130-138
Águas Claras - DF
Rua das Pitangueiras 02 Águas Claras Norte, Lote 11/12, Edifício Easy, Mezanino, Brasília - DF CEP: 71950-770
Fortaleza - CE
Rua Monsenhor Bruno, nº 1153, Sala 1423 - Scopa Platinum Corporate, Aldeota, Fortaleza - CE CEP: 60115-191
Florianópolis - SC
Av. Pref. Osmar Cunha, 416, Sala 1108 - Ed. Koerich Empresarial Rio Branco, Centro, Florianópolis - SC CEP: 88015-200
Natal - RN
Avenida Miguel Alcides de Araújo, 1920, Lote A, Capim Macio, Natal - RN CEP: 59078-270
Salvador - BA
Avenida Tancredo Neves, 2539, Sala 2609 - CEO Salvador Shopping Torre Londres, Caminho das Árvores, Salvador - BA CEP: 41820-021
Teresina - PI
Rua Thomas Edson, 2203 - Horto, Teresina - PI CEP: 64052-770
Curitiba - PR
Rua Bom Jesus, Nº 212, Sala 1904 - Juvevê - Curitiba - PR CEP: 80.035-010
João Pessoa - PB
Avenida Dom Pedro I, no 719, sala 104, Tambiá - João Pessoa - PB CEP: 58020-514

©2024 Galvão & Silva - Todos os Direitos Reservados. CNPJ 22.889.244/0001-00 | OAB/DF 2609/15

Entrar em contato pelo WhatsApp
✓ Válido

Olá, tudo bem? Clique aqui e agende uma consulta com o especialista.
Formulário de whatsapp
Ligar
Aguarde um momento enquanto geramos o seu protocolo de atendimento.