Crimes Hediondos: o que são, lista atualizada e punições previstas Crimes Hediondos: o que são, lista atualizada e punições previstas

Crimes Hediondos: o que são, lista atualizada e punições previstas

03/05/2021

9 min de leitura

Atualizado em

Entenda-o-que-sao-Crimes-hediondos

Crime é toda ação ou omissão humana que lesa ou expõe perigo de lesão a bens jurídicos penalmente tutelados. Esse critério leva em consideração a relevância do mal produzido.

Assim, somente se legitima o crime quando a conduta proibida apresentar relevância jurídico-penal, mediante a provocação ou ameaça de dano.

Para o sistema clássico, assim como para o sistema finalista, crime define-se pelo fato típico e ilícito praticado por agente culpável. Ainda, o sistema finalista se divide com as teorias tripartida e bipartida.

A primeira se refere aos três pontos de consideração do que é crime: fato típico e ilícito praticado por agente culpável, já a segunda trata apenas do fato típico e ilícito.

Neste artigo, nossos advogados especialistas explicam as diferenças entre crimes passionais e crimes hediondos e as punições previstas para cada tipo. Confira!

Quais as diferenças entre crimes passionais e crimes hediondos?

Hediondo significa algo horrível, repugnante, repulsivo. A vida de um condenado por crime hediondo é ainda mais difícil, pois vários de seus direitos podem ser eliminados ou reduzidos antes ou depois da condenação, direitos esses normalmente presentes ao réu ou condenado.

Caracteriza-se crime passional quando há uma relação entre a vítima e o autor, sendo o crime cometido por forte emoção. A expressão se refere a algo que se comete por um forte sentimento de posse do autor em relação a vítima, ou, até mesmo, elevado grau de afeto.

Advogado especialista em direito criminal no Galvão & Silva Advocacia

A expressão “homicídio passional” tem duas formas de interpretação. Na técnica jurídica, a expressão significa: “a conduta de causar a morte de outrem, levado por uma forte paixão ou emoção”. Assim sendo, o homicídio teve por motivação sentimentos como, por exemplo, ódio, inveja, ciúme ou intenso amor.

A segunda concepção da expressão enquadra-se no campo jurídico penal e nos traz a ideia da conduta do cônjuge traído que, por ciúme, amor incontrolável ou desvairado, comete homicídio ao seu cônjuge adúltero ou o amante deste.

Portanto, podemos entender por crime passional aquele praticado por ciúme, possessividade ou pela incapacidade de aceitar o fim de um relacionamento amoroso.

Fale com um advogado especialista.

O que são crimes hediondos? (Quais são e o que os caracteriza)

Crime hediondo é aquele considerado de extrema gravidade. Por isso, recebe um tratamento diferenciado e mais rigoroso com relação aos outros tipos de crime, como, por exemplo, a impossibilidade de fiança.

A lei 8.072/90, conhecida como a “Lei dos Crimes Hediondos”, traz uma lista com os crimes considerados mais graves:

  • Homicídio simples, quando praticado em atividade típica de grupo de extermínio, ainda que cometido por um só agente;
  • Homicídio qualificado;
  • Latrocínio;
  • Extorsão qualificada pela morte;
  • Extorsão mediante;
  • Estupro;
  • Estupro de vulnerável;
  • Epidemia com resultado morte;
  • Falsificação, corrupção, adulteração ou alteração de produto destinado a fins terapêuticos;
  • Genocídio.


A lei não classifica o tráfico de entorpecentes, tortura ou terrorismo como hediondos, mas estabelece que eles são assemelhados e, por isso, devem ser tratados com a mesma severidade.

Cometer um crime considerado hediondo elimina ou reduz vários direitos que o réu ou condenado normalmente teria antes ou depois da condenação:

Antes da condenação

  • O prazo da prisão temporária é muito maior do que o normal (até 30 dias, prorrogável por igual período);
  • O preso não tem direito à liberdade provisória, seja com ou sem pagamento de fiança.

Depois da condenação

  • O condenado não tem direito a indulto, anistia ou graça;
  • O condenado sempre começa a cumprir a pena em regime fechado (mais severo);
  • A progressão de um regime mais severo para um mais leve demora mais tempo (o condenado precisa ter cumprido no mínimo 2/5 de sua pena, caso seja réu primário, ou 3/5, se for reincidente);
  • O prazo para conseguir o livramento condicional também é muito maior, sendo de 2/3 caso o condenado seja réu primário, pois caso seja reincidente em crime hediondo ele sequer terá esse direito.

Pena de crime hediondo

A primeira coisa que se deve ter em mente é que crime hediondo é uma característica que se dá para um grupo determinado de crimes: aqueles vistos acima.

Dessa forma, a pena em abstrato será aquela prevista no artigo que tipifica o crime, por exemplo, o crime de estupro é previsto no art. 213 do Código Penal, cuja pena é de 06 a 10 anos de reclusão. Contudo, no momento da aplicação da pena, o Juiz pode ultrapassar esse limite máximo, uma vez que as circunstâncias judiciais podem ser extremamente desfavoráveis ao acusado.

Portanto, não há uma pena para o “crime hediondo” em si, mas uma pena para o crime cometido, que por sua vez é taxado como crime hediondo. 

Seguindo adiante, quanto aos direitos do preso quando se trata de crime hediondo, é previsto na lei que aqueles suspeitos ou já condenados pela prática de algum desses crimes não podem ser beneficiados com anistia, graça, indulto ou fiança, ou, ainda, que o regime inicial para cumprimento da pena deve ser fechado. 

Quando a lesão corporal é considerada crime hediondo?

A lesão corporal dolosa gravíssima e a lesão corporal seguida de morte, se praticadas contra agentes de segurança pública e familiares, são considerados crimes hediondos. Tal especificação passou a ser considerada após 2015, com inclusão pela lei n. 13.142.

Para ser considerado hediondo, a lesão corporal dolosa gravíssima deverá ser cometida quando o agente de segurança estiver no exercício de sua função, ou em decorrência dela.

A lesão corporal seguida de morte possui uma pena mais rigorosa, podendo chegar a doze anos de prisão. Inclusive, se for cometida contra agentes de segurança pública e seus familiares, será considerada crime hediondo.

Ligue agora e agende uma reunião.

Por que o tráfico de drogas é crime hediondo?

Devemos partir do princípio que crime menor não pode ser comparado com crime maior, por isso no direito penal existe o crime qualificado e o crime privilegiado. Assim, não é possível que o crime de tráfico privilegiado seja comparado com um crime hediondo.

Pela lei 13.142/15, fica vedada a conversão em penas restritivas de direito a crimes hediondos, pois o condenado, ainda que réu primário e com bons antecedentes, mesmo não se dedicando às atividades criminosas nem integrar organização criminosa, deverá cumprir a pena em regime fechado.

Dessa forma, o resultado significativo dessa “equiparação” entre tráfico privilegiado e crime hediondo, além de diversas outras consequências, corresponde à impossibilidade de contemplar os condenados enquadrados nessa tipificação (tráfico privilegiado) com os institutos do indulto e da comutação de penas.

Quais são os crimes inafiançáveis no Brasil?

Define-se como crime inafiançável aquele em que não se cogita o pagamento de fiança e, consequentemente, a liberdade provisória do indivíduo que o pratica.

De acordo com o artigo 5º da Constituição Federal, são inafiançáveis os crimes de racismo, tortura, tráfico ilícito de entorpecentes, terrorismo, ação de grupos armados contra a ordem constitucional e o Estado Democrático, bem como os crimes definidos como hediondos, conforme prevê a Lei nº 8.072/90.

No rol dos crimes hediondos estão o homicídio, quando praticado em atividade típica de grupo de extermínio, homicídio qualificado, latrocínio, extorsão qualificada por morte, extorsão mediante sequestro e na forma qualificada, estupro, estupro de vulnerável, epidemia com resultado morte e falsificação de medicamentos.

Os crimes inafiançáveis são aqueles que mais lesionam a sociedade, isto é, possuem maior gravidade em comparação a outros crimes. Por esse motivo, as autoridades também diferenciam o tratamento dado ao condenado.

Fale com um advogado especialista.

O que é um crime doloso?

O crime é doloso quando praticado com intenção. Considera-se como dolosa a conduta na qual o agente quis assumir ou assumiu o resultado. Em regra, para punir alguém, é necessário que a pessoa tenha praticado o crime de forma dolosa, exceto nos casos em que a lei prevê punição por conduta culposa.

Quais são os crimes dolosos?

Os crimes dolosos contra a vida estão previstos nos artigos 121 a 126 do Código Penal, e são: homicídio, induzimento, instigação ou auxílio ao suicídio, infanticídio, aborto provocado pela gestante ou com o seu consentimento e o aborto provocado sem o consentimento da gestante.

Se a pessoa quer praticar e de fato praticar, ela comete um crime doloso. Se uma investigação comprovar que o agente do crime assumiu o risco, as autoridades poderão condená-lo por crime doloso, também conhecido como dolo eventual.

Assim, o dolo na doutrina brasileira pode ser:

  • Natural: dolo concebido como elemento puramente psicológico, desprovido de qualquer juízo de valor;
  • Normativo: pressupõe a existência de uma norma que classifique a conduta como dolosa;
  • Direto (ou determinado): vontade de realizar a conduta e produzir o resultado;
  • Indireto (ou indeterminado): o agente não quer diretamente o resultado, mas aceita a possibilidade de produzi-lo (dolo eventual), ou não se importa em produzir este ou outro resultado (dolo alternativo);
  • De dano: vontade de produzir uma lesão efetiva a um bem jurídico;
  • De perigo: vontade de expor o bem jurídico a um perigo de lesão;
  • Genérico: vontade de realizar conduta sem um fim especial;
  • Específico: vontade de realizar conduta com um fim específico;
  • Geral (ou erro sucessivo): prática de conduta após o suposto resultado que efetivamente resulta no objetivo alcançado (exemplo: A atira em B com o fim de matá-lo para depois esfaqueá-lo; mas a morte somente decorre do esfaqueamento);

Advogados especialistas em Direito Criminal

O escritório Galvão & Silva conta com os melhores profissionais em direito criminal de Brasília DF. Entre em contato agora mesmo e converse com um de nossos especialistas.

4.8/5 - (19 votes)
Autor
Galvão & Silva Advocacia

Artigo escrito por advogados especialistas do escritório Galvão & Silva Advocacia. Inscrita no CNPJ 22.889.244/0001-00 e Registro OAB/DF 2609/15. Conheça nossos autores.

Revisor
Daniel Ângelo Luiz Silva

Advogado especialista, formado pela pela Faculdade Processus em Brasília inscrito nos OAB DF sob o número 54.608, professor e escritor de diversos temas relacionado ao direito brasileiro.

Deixe um comentário ou Sugestão:

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Escritório bem avaliado Temos uma reputação global por fornecer serviços jurídicos excepcionais.
Posts relacionados

Lei de Drogas: Entenda a Atuação do...

Por Galvão & Silva Advocacia

10 maio 2024 ∙ 8 min de leitura

Como Formular um Recurso Ordinário em Habeas...

Por Galvão & Silva Advocacia

08 maio 2024 ∙ 8 min de leitura

Delitos Hediondos: Entenda as Estratégias de...

Por Galvão & Silva Advocacia

07 maio 2024 ∙ 8 min de leitura

Posts recomendados

Advogado especialista em dívidas bancárias

Por Galvão & Silva Advocacia

28 dez 2020 ∙ 15 min de leitura

Homologação de sentença estrangeira

Por Galvão & Silva Advocacia

15 jun 2014 ∙ 41 min de leitura

Direito Administrativo

Por Galvão & Silva Advocacia

29 abr 2014 ∙ 28 min de leitura

Onde nos encontrar
Goiânia - GO
Av. Portugal, n°1148, Sala C 2501 - Edifício Órion Business & Health Complex, Setor Marista, Goiânia - GO CEP: 74.150-030
São Paulo - SP
Avenida Paulista, 1636 - Sala 1504 - Cerqueira César, São Paulo - SP CEP: 01.310-200
Belo Horizonte - BH
Rua Rio Grande do Norte, 1435, Sala 708 - Savassi, Belo Horizonte - MG CEP: 30130-138
Águas Claras - DF
Rua das Pitangueiras 02 Águas Claras Norte, Lote 11/12, Edifício Easy, Mezanino, Brasília - DF CEP: 71950-770
Fortaleza - CE
Rua Monsenhor Bruno, nº 1153, Sala 1423 - Scopa Platinum Corporate, Aldeota, Fortaleza - CE CEP: 60115-191
Florianópolis - SC
Av. Pref. Osmar Cunha, 416, Sala 1108 - Ed. Koerich Empresarial Rio Branco, Centro, Florianópolis - SC CEP: 88015-200
Natal - RN
Avenida Miguel Alcides de Araújo, 1920, Lote A, Capim Macio, Natal - RN CEP: 59078-270
Salvador - BA
Avenida Tancredo Neves, 2539, Sala 2609 - CEO Salvador Shopping Torre Londres, Caminho das Árvores, Salvador - BA CEP: 41820-021
Teresina - PI
Rua Thomas Edson, 2203 - Horto, Teresina - PI CEP: 64052-770
Curitiba - PR
Rua Bom Jesus, Nº 212, Sala 1904 - Juvevê - Curitiba - PR CEP: 80.035-010
João Pessoa - PB
Avenida Dom Pedro I, no 719, sala 104, Tambiá - João Pessoa - PB CEP: 58020-514

©2024 Galvão & Silva - Todos os Direitos Reservados. CNPJ 22.889.244/0001-00 | OAB/DF 2609/15

Entrar em contato pelo WhatsApp
✓ Válido

Olá, tudo bem? Clique aqui e agende uma consulta com o especialista.
Formulário de whatsapp
Ligar
Aguarde um momento enquanto geramos o seu protocolo de atendimento.